Campeonato Brasileiro: Chapecoense bate o Avaí e assume liderança

Pela primeira vez, em quatro anos de Série A, a Chapecoense assumiu a liderança da competição. (Floto: Chapecoense/Divulgação)
Pela primeira vez, em quatro anos de Série A, a Chapecoense assumiu a liderança da competição. (Foto: Chapecoense/Divulgação)

No quarto ano de participação consecutiva na Série A do Campeonato Brasileiro a Chapecoense assumiu, pela primeira vez, a ponta da tabela. Se a liderança inédita – e conquistada de forma invicta -, por si só, já teve um valor imensurável e foi extremamente comemorada pelos torcedores presentes na Arena, a vitória incontestável sobre Avaí, no clássico estadual, deu ao fato um gosto ainda mais especial. Mais do que isso: a segunda, 29 de maio – chuvosa, como de costume – marca os seis meses do dia mais trágico da história do time e evidencia o quanto tem sido sólida a reconstrução.

Se nos quatro confrontos da temporada entre Chapecoense e Avaí haviam sido anotadas duas vitórias para cada lado, os primeiros 45 minutos da partida desta atípica segunda-feira foram o “tira-teima”. Mantendo a posse de bola e criando boas jogadas pelas alas, a Chape não tomou conhecimento do adversário e depois de inúmeras chegadas perigosas abriu o placar, aos 16, com Wellington Paulista batendo cruzado e estufando as redes. Além das boas investidas ao ataque, o Verdão apresentou marcação bem postada e consistente, anulando as possibilidades do Avaí. Aos 37, a bola sobrou para Reinaldo que não desperdiçou e marcou o merecido segundo gol da equipe alviverde, decretando o placar da etapa inicial em 2×0.

A Chape voltou para o segundo tempo sem alterações, mas logo aos quatro minutos o autor do primeiro gol, Wellington Paulista, sentiu fadiga muscular e deu lugar a Túlio de Melo. Com a boa vantagem parcial, a Chapecoense reduziu a intensidade e passou a cadenciar a partida. Aos 28, Seijas deixou o campo para a entrada de Neném e na sequência Niltinho ingressou na vaga de Arthur Caike, mantendo a estratégia de administrar o placar, que garantiu à Chapecoense a liderança do Brasileirão.

Ao final da partida, o técnico Vagner Mancini exaltou a atuação da equipe e a forma como o time conseguiu manter a superioridade diante do adversário e o controle do jogo. Segundo ele, fruto de uma excelente leitura de jogo e da maturidade da equipe, que vem melhorando a cada dia.

O próximo compromisso da Chapecoense é na próxima quinta-feira, na Arena Condá, quando enfrenta o Cruzeiro pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, às 21h30.

Notícias Relacionadas