Série B: Internacional perde para o Paysandu e cai para o 9º lugar.

No terceiro confronto luta colorada para retornar à elite do futebol brasileiro, o Internacional encontrou um adversário duro e disposto a fazer valer a mando de campo. Sob forte chuva em Belém, o time colorado não teve vida fácil e acabou derrotado pelo Paysandu por 1 a 0. Fernando Gabriel, aos 17 minutos do segundo tempo, fez o gol do triunfo dos paraenses.

A vitória coloca o Paysandu na liderança da Série B, com sete pontos somados – leva vantagem contra o CRB no saldo de gols, por 3 a 2. O Inter cai para a nona colocação, com quatro pontos, e pode ser ultrapassado pelo Juventude na complementação da rodada.

  • Clique AQUI e confira a classificação atualizada da Série B

    O Inter volta a campo pela Série B no próximo sábado, às 19h, quando recebe o Juventude no Beira-Rio, na 4ª rodada da competição. Antes, porém, a equipe dirige seu foco na Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira, às 21h45, o Colorado recebe o Palmeiras no Beira-Rio pelo jogo da volta das oitavas de final. O Paysandu, por sua vez, tem pela frente o América-MG na sexta-feira, às 19h15, no Independência, pela 4ª rodada da Série B.

    O Internacional não teve vida fácil e foi superado pelo Paysandu, que assumiu a ponta da Série B. (Foto: Inter/Divulgação)
    O Internacional não teve vida fácil e foi superado pelo Paysandu, que assumiu a ponta da Série B. (Foto: Inter/Divulgação)

    O primeiro tempo foi bastante truncado, com número alto de faltas de ambos os lados. Nico López criou grande chance logo aos cinco minutos de bola rolando. O uruguaio tentou combinação com Roberson, a bola se ofereceu na frente da área para o arremate, desferido de direita, saindo rente à trave. O Paysandu levava perigo, principalmente, nos lances de bola parada. Aos 29 minutos, Wellington Júnior desviou de cabeça e Victor Cuesta salvou dentro da pequena área. Aos 37 minutos, foi a vez de Pottker. O atacante aproveitou cruzamento de Gutierrez e desviou de cabeça, mas por cima da meta de Emerson. Aos 44, o meia chileno ainda arrematou com perigo da intermediária, obrigando o goleiro a espalmar para escanteio.

    Em busca do gol – O Colorado foi para Belém com o objetivo de buscar os três pontos, e o técnico Antonio Carlos Zago tratou de deixar isso bem claro na volta para o segundo tempo. Durante o intervalo, o treinador promoveu a entrada do atacante Marcelo Cirino, que entrou na vaga do volante Edenilson, deixando o time ainda mais agudo e ofensivo. Aos nove minutos, um lance duvidoso. Após combinação em jogada de escanteio, Cuesta cruzou para Nico López concluir com categoria para o fundo das redes. Porém, a arbitragem assinalou impedimento do uruguaio.

    Mas quem abriu o placar foi o time da casa. Aos 17 minutos, Fernando Gabriel fez grande jogada e chutou forte, no cantinho, sem chances para Daniel. Em busca do empate, o Colorado respondeu com perigo cinco minutos depois. Roberson acionou Nico López, pela direita, que puxou para dentro e arriscou de canhota. A bola passou rente à trave esquerda! Gutierrez recebeu dentro da área, pouco depois, e chutou de primeira, com estilo, mas Emerson segurou.

    O Colorado foi pra cima em busca do seu gol. Brenner e Carlinhos entraram nas vagas de Roberson e Gutierrez, respectivamente. Aos 41 minutos, Nico cobrou escanteio, Brenner finalizou firme de cabeça e a bola explodiu no travessão. Um minuto depois, o atacante uruguaio recebeu dentro da área e cortou a marcação, mas Gilvan travou no último momento.

    FICHA TÉCNICA

    Paysandu: Emerson; Ayrton, Perema, Gilvan e Peri; Rodrigo Andrade, Wesley, Augusto Recife (Ricardo Capanema) e Fernando Gabriel (Hayner); Welinton Júnior e Marcão (Daniel Amorim). Técnico: Marcelo Chamusca.

    Internacional : Daniel; Danilo Silva, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson (Marcelo Cirino) e Felipe Gutierrez (Carlinhos); Nico López, Roberson (Brenner) e William Pottker. Técnico: Antonio Carlos Zago.

    Local: Estádio Mangueirão, em Belém-PA
    Gol: Fernando Gabriel, aos 17 minutos do segundo tempo (P).
    Arbitragem: Renan Roberto de Souza, auxiliado por Luis Filipe Gonçalves Correa e Oberto da Silva Santos (trio da Paraíba).
    Cartões amarelos: Gilvan (P) e Danilo Silva (I).

Notícias Relacionadas