Para badernaço, tanto faz polícia ou Exército.

CLÁUDIO HUMBERTO

O Exército na rua excitou a imaginação da esquerda, temendo “ameaça autoritária”, e da direita, que sonha com militares no poder. O Exército foi acionado porque não havia número suficiente de soldados da Força Nacional em Brasília. Indagado sobre a diferença entre garantir a ordem com o Exército ou a Força Nacional, o ministro Raul Jungmann (Defesa) de longo histórico de esquerda foi curto e grosso: “Nenhuma”.

Há fartura de fotos e imagens dos delinquentes que tentaram incendiar ministérios, veículos etc. (Foto: Agência Brasil)
Há fartura de fotos e imagens dos delinquentes que tentaram incendiar ministérios, veículos etc. (Foto: Agência Brasil)

COVARDES E BURROS
Além de covardes, os mascarados são burros. Com suas bombas, pedras, e coquetéis molotov, ajudaram o governo que querem derrubar.

VANGUARDA DO ATRASO
Continuam com a cabeça nos anos 1960 os políticos que protestaram contra o Exército nas ruas para restabelecer a ordem. Maior atraso.

LICENÇA PARA O TERROR
Há fartura de fotos e imagens dos delinquentes que tentaram incendiar ministérios, veículos etc. Mas, outra vez, ficarão impunes. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas