Libertadores: Palmeiras vence o Tucumán e avança às oitavas.

Em um jogo com estilo e a cara de Cuca, o Palmeiras carimbou a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América ao bater o Atlético Tucumán por 3 a 1, em partida realizada na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque, pela última rodada da Fase de Grupos.

(Foto: Cesar Grecco/Agência Palmeiras)
O Palmeiras terminou a fase na liderança do Grupo 5, com 13 pontos (Foto: Cesar Grecco/Agência Palmeiras)

Com o resultado, o Palmeiras termina na liderança do Grupo 5, com 13 pontos, quatro na frente do Jorge Wilstermann, que acabou sendo derrotado pelo Peñarol por 2 a 0. Os jogos das oitavas serão definidos através de sorteio.

Com a presença de Gabriel Jesus no Allianz Parque, o Palmeiras não quis dar sorte para o azar e partiu para cima do Tucumán. Logo de cara, após uma bela troca de passes, Guerra tentou o voleio. A bola bateu na defesa adversário e sobrou para Thiago Santos, que isolou.

O Palmeiras ainda seguiu em cima e, através de uma jogada ensaiada, abriu o marcador. Aos 15 minutos, Zé Roberto tocou para Guerra, que acionou Róger Guedes. O atacante cruzou na medida para Mina empurrar para o gol, 1 a 0.

Apesar de sair atrás do placar, o clube argentino não se entregou e assustou Fernando Prass aos 23 minutos. Barbona passou como quis por Zé Roberto e chutou na trave. Aos poucos, o Palmeiras foi recuando e acabou levando um grande resultado para o intervalo.

O Atlético Tucuman voltou melhor para o segundo tempo e buscou o empate aos 11 minutos. Evangelista fez boa jogada pelo lado esquerdo de campo e cruzou. Fernando Prass não alcançou e facilitou a vida de Rodríguez, que cabeceou com o gol aberto, 1 a 1.

O Palmeiras respondeu aos 23 minutos com Willian, que acabara de entrar no lugar de Borja. Dudu puxou o contra-ataque e tocou para Jean. O lateral tocou para o ex-cruzeirense, que precisou de duas tentativas para colocar a bola no fundo das redes.

Após o gol, o Atlético se abriu e deu campo para o Palmeiras trabalhar. O time paulista pressionou até que conseguiu fazer o terceiro com Zé Roberto, que acertou um belo chute de primeira após passe de Tchê Tchê.

Notícias Relacionadas