Copa Sul-Americana: Cruzeiro perde para o Nacional-PA e está eliminado

O Cruzeiro está fora da Copa Conmebol Sul-Americana. Em jogo disputado em Assunção, no Paraguai, na noite desta quarta-feira (10), o time celeste sofreu um revés nos pênaltis para o Nacional-PAR. Durante os 90 minutos, o Cruzeiro abriu o placar com Thiago Neves, mas sofreu a virada com um gol em cada tempo.

O Cruzeiro sofre sua segunda derrota marcante em quatro dias e embarca numa crise à beira da estreia no Campeonato Brasileiro. (Foto: Cruzeiro/Divulgação)
O Cruzeiro sofre sua segunda derrota marcante em quatro dias e embarca numa crise à beira da estreia no Campeonato Brasileiro. (Foto: Cruzeiro/Divulgação)

Como o Nacional devolveu o placar de 2 a 1 conquistado pelo time estrelado no Mineirão, a decisão foi para os pênaltis. Com melhor aproveitamento, a equipe paraguaia venceu a disputa por 3 a 2.

Logo no primeiro minuto de jogo, grande chance estrelada. Rafinha fez bela jogada pela direita e encontrou Ramón Ábila no meio da área. O camisa 9 testou com perigo, mas a bola passou por cima do gol.

Aos 9 minutos, mais uma oportunidade azul. Hudson conduziu a bola pelo meio de campo e tocou para Rafinha, que arriscou arremate de fora da área, para defesa do goleiro adversário.

Depois de grande pressão, o Maior de Minas abriu o placar no minuto 11. Diogo Barbosa fez ótimo cruzamento e encontrou Thiago Neves bem posicionado. Com categoria, o camisa 30 chutou firme, com o pé direito, acertando o ângulo: 1 a 0 Cruzeiro.

A resposta do time da casa veio aos 16 minutos. Após cruzamento, Villagra aproveitou a bola rebatida na área celeste e completou para as redes: 1 a 1.

Aos 22, o Cruzeiro voltou ao ataque. Após boa troca de passes, Hudson chutou de fora da área, mas a bola ganhou a linha de fundo.

Controlando as ações, a Raposa investiu no ataque mais uma vez aos 33. Em rápido contra-ataque, Ramón Ábila recebeu a bola na entrada da área e chutou com violência, mas o arremate saiu por cima do gol. A etapa inicial terminou com o placar parcial de 1 a 1.

Segundo tempo – O tempo complementar começou bastante disputado e a primeira chance mais clara ocorreu apenas aos 17 minutos. E foi o time da casa quem avançou no placar. Após cruzamento da esquerda, Adam Bareiro cabeceou no canto e virou a partida: 2 a 1 para o Nacional.

Aos 20 minutos, Mano Menezes promoveu a entrada de Alisson no lugar de Thiago Neves. Em seguida, aos 29, foi a vez de Fabrício entrar na vaga de Diogo Barbosa.

Dois minutos depois, Léo, que recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. A expulsão do camisa 3 obrigou o técnico celeste a colocar Dedé no lugar de Ramón Ábila.

Aos 38 minutos, boa chance estrelada. Henrique fez cruzamento na área, De Arrascaeta dividiu com o zaga, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Com um a menos em campo, o Cruzeiro segurou o resultado e a partida foi para os pênaltis.

Veja como foi a cobrança de Pênaltis

Nacional: Salgueiro chutou por cima do gol (0x0)

Cruzeiro: Rojas defendeu pênalti de Alisson (0x0)

Nacional: Rojas bateu no canto esquerdo e abriu o placar (1×0 para o Nacional)

Cruzeiro: Henrique deslocou o goleiro adversário e empatou (1×1)

Nacional: Miranda fez o segundo para o time da casa (2×1 para o Nacional)

Cruzeiro: Hudson bate com categoria no canto direito (2×2)

Nacional: Rodriguez arrematou para fora (2×2)

Cruzeiro: Fabrício acertou a trave (2×2)

Nacional: Dávalos chuta no canto esquerdo e acerta (3×2 para o Nacional)

Cruzeiro: Rojas defende a cobrança de Arrascaeta (3×2 para o Nacional)

NACIONAL-PAR 2 (3) X 1 (2) CRUZEIRO

Nacional:
Santiago Rojas; Dávalos, Herminio Miranda, Jacquet e Rojo; Jonathan Santana (Rodriguez), Paniagua, Fracisco Garcia (José Nuñez) e Villagra (Freddy Bareiro); Adam Bareiro e Salgueiro.
Técnico: Roberto Torres

Cruzeiro: Rafael; Mayke, Léo, Kunty Caicedo e Diogo Barbosa (Fabrício); Henrique, Hudson, Rafinha e Thiago Neves (Alisson); De Arrascaeta e Ramón Ábila (Dedé).
Técnico: Mano Menezes

Cartões amarelos: Santana, Paniagua, Adam Bareiro, Rojo (Nacional); Léo, Mayke, Kunty Caicedo, Thiago Neves, Lucas Romero, Rafinha (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Léo (Cruzeiro)

Motivo: Jogo de volta da primeira fase da Copa Conmebol Sul-Americana
Data: 10/05/2017 (quarta-feira)
Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)
Gols: Thiago Neves, aos 11 minutos, Villagra, aos 16 minutos do primeiro tempo; Adam Bareiro, aos 17 minutos do segundo tempo

Notícias Relacionadas