Só Alckimin ainda resiste a Dória para presidente

CLÁUDIO HUMBERTO

A eventual candidatura presidencial do prefeito João Dória Júnior, em 2018, agrada a dois dos três principais pretendentes à vaga do PSDB, José Serra (SP) e Aécio Neves (MG), mas desagrada Geraldo Alckmin. O governador já não esconde o desconforto com o protagonismo de Dória, em conversas reservadas. Até porque assessores próximos, que envenenam a relações dos dois, não deixariam Alckmin esquecer.

João Dória Júnior (Foto: Reprodução/Twitter)
João Dória Júnior (Foto: Reprodução/Twitter)

BRIGANDO COM PESQUISAS
Alckmin e assessores não se conformam com pesquisas indicando Dória como tucano de candidatura presidencial mais promissora.

FERIDOS DE MORTE
As mesmas pesquisas encomendadas pelo PSDB mostram que a Lava Jato feriu de morte os presidenciáveis tucanos, à exceção do prefeito.

A VEZ DO FICHA LIMPA
A tendência do eleitor, pelas pesquisas, é não votar em investigados da Lava Jato, e optar por novos nomes, ficha limpa, de fora da política.

AMEAÇA DE LULA
Lula já supera Alckmin, Serra e Aécio na cidade de São Paulo e nos principais municípios do ABC. Ali, hoje, somente Dória venceria Lula. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais)

Notícias Relacionadas