Marcos Rocha detona árbitro após derrota do Atlético-MG e critica Fred

Marcos Rocha ficou na bronca com a arbitragem do clássico contra o Cruzeiro, neste sábado, no Mineirão, pela 10ª rodada do Estadual. Após a derrota do Atlético por 2 a 1, o lateral-direito destacou a postura do time com um jogador a menos em campo – Fred foi expulso aos 24 minutos do primeiro tempo – e detonou o desempenho do árbitro Igor Junio Benevenuto.

Marcos Rocha:"O Fred, pela sua experiência, não pode cometer esses erros” (Foto: Reprodução)
Marcos Rocha:”O Fred, pela sua experiência, não pode cometer esses erros” (Foto: Reprodução)

“Foi muito rápido o gol que nós tomamos. Mantivemos a tranquilidade e conseguimos jogar. Igor foi infeliz. Ele amarelou o nosso time todo e deixou o jogo correr. Infelizmente, a gente tenta dar moral para a arbitragem mineira, mas fica difícil”, esbravejou o camisa 2.

Questionado sobre o polêmico lance que motivou a expulsão de Fred aos 25 minutos do primeiro tempo, Marcos Rocha não poupou críticas ao companheiro.

“Eu até perguntei ao quarto árbitro, porque eu não tinha visto o que tinha acontecido. Ele falou que aconteceu mesmo a cotovelada. Mas o Manoel é um cara que provoca o jogo todo. É zagueiro. Nós também, da nossa parte, tentamos tirar o centroavante da sua forma normal. Mas o Fred, pela sua experiência, não pode cometer esses erros”, analisou.

No lance, o centroavante atleticano disparou um soco contra o defensor celeste enquanto a bola viajava rumo à área do Cruzeiro.

Fred foi expulso por Igor Junio Benevenuto depois de desferir uma cotovelada em Manoel em disputa de bola na grande área. O arbitro ainda puniu Marcos Rocha, Elias e Rafael Moura com o cartão amarelo. O Cruzeiro teve o dobro de jogadores amarelados: Rafael, Ezequiel, Lucas Silva, Diogo Barbosa, Ariel Cabral e Rafael Sobis. (Fonte: Superesportes/José Cândido Junior)

Notícias Relacionadas