970×90

Kraft Heinz tentou comprar Unilever por 131 milhões de eruros

A Unilever, dona de marcas como a Dove, recusou uma proposta de fusão com o grupo Heinz avaliada em 112 milhões de libras (131,4 milhões de euros), anunciou a empresa nesta sexta-feiram (17) em comunicado. Os títulos da Unilever atingiram o valor mais alto na bolsa de Amesterdã, subindo mais de 10% nesta sessão para os 44,135 euros.

O grupo Kraft Heinz confirmou  que fez uma proposta detalhada à Unilever, dona da marca Dove,  sobre uma possível fusão (Foto: reprodução)
O grupo Kraft Heinz confirmou que fez uma proposta detalhada à Unilever, dona da marca Dove, sobre uma possível fusão (Foto: reprodução)

“O grupo Kraft Heinz confirma que fez uma proposta detalhada à Unilever sobre uma possível fusão dos dois grupos para criar uma marca líder de bens de consumo com uma missão de crescimento de longo prazo e sustentável”, diz o documento. A dona da Heinz acrescenta que “embora a Unilever tenha rejeitado a proposta”, está disponível para “continuar a trabalhar em chegar a um acordo” para definir os termos da transação.

“Não há certezas que qualquer proposta formal possa ser feita à administração da Unilever”, conclui a nota. A proposta de fusão está avaliada em 112 milhões de libras, montante que corresponde à capitalização bolsista da Unilever, o quarto maior grupo de vendas de bens de consumo e que obteve receitas de 52,7 mil milhões de euros em 2016.

O crescimento da Unilever tem abrandado em mercados mais tradicionais, que estão a comprar produtos diferentes junto de startups. Mais de metade das vendas (58%) deste grupo é feita junto dos mercados emergentes. A Unilever, além da Dove, é responsável, em Portugal, pela comercialização de marcas como Lipton, Knorr, Axe, Hellmann’s e Omo.

Fonte:

Notícias Relacionadas