970×90

Polícia Militar da Bahia teve aumento de 65% em cinco anos, segundo o governo.

Em 2014, o montante pago pelo Estado referente à GAP foi de R$ 1,6 bilhão, subindo para R$ 1,9 bilhão em 2015, de acordo com a Saeb.
Em 2014, o montante pago pelo Estado referente à GAP foi de R$ 1,6 bilhão, subindo para R$ 1,9 bilhão em 2015, de acordo com a Saeb.

A Polícia Militar baiana teve aumento salarial de 65%, nos últimos cinco anos, segundo dados da Secretaria da Administração do Estado (Saeb). Entre 2012 e 2017, a remuneração básica de um soldado saltou de R$ 2.326,96 para R$ 3.845,15. Este avanço é fruto de uma política estadual de valorização dos policiais militares, que receberam promoções, por meio da Gratificação de Atividade Policial Militar (GAP), e reajustes lineares nos últimos cinco anos.

A remuneração básica dos militares é resultado do somatório do soldo, mais GAP e Condições Especiais de Trabalho (CET). Além disso, são acrescidas outras vantagens à remuneração total, como adicional por tempo de serviço, horas extras e ganhos pessoais. No momento, todos os policiais encontram-se no nível V da GAP, exceto aqueles recém-nomeados que ainda necessitam completar o tempo necessário para o avanço de nível.

Em 2014, o montante pago pelo Estado referente à GAP foi de R$ 1,6 bilhão, subindo para R$ 1,9 bilhão em 2015. E em 2016, o custo total da gratificação chegou a cerca R$ 2,1 bilhões. Os valores correspondem ao pagamento feito a servidores ativos e inativos.

Notícias Relacionadas