970×90

Seguranças do show do Harmonia do Samba são assassinados e queimados

Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram início ao processo de coleta de depoimentos de testemunhas sobre a ocorrência que terminou com três mortos, no final da tarde desta segunda-feira (6). As vítimas, seguranças terceirizados de um evento musical, foram atingidas por disparos de arma de fogo, no estacionamento do Estádio Metropolitano de Pituaçu. Dois deles ainda tiveram os corpos parcialmente queimados.

O caso é acompanhando pelo responsável pela Delegacia de Homicídios Múltiplos, Odair Carneiro.
O caso é acompanhando pelo responsável pela Delegacia de Homicídios Múltiplos, Odair Carneiro.

Os três mortos foram Márcio Rogério Bandeira, Geraldo Mota Cunha e Derivaldo Rocha dos Santos. De acordo com o diretor do DHPP, delegado José Bezerra Júnior, a perícia foi concluída ainda no final da noite de hoje e vestígios da autoria foram coletados no local.

“Temos duas linhas de investigação sendo analisadas e logo apresentaremos os autores destes crimes”, garantiu, ressaltando que as ouvidas de testemunhas, que inclusive informaram características dos criminosos, tiveram início logo após a ação. O caso é acompanhando pelo responsável pela Delegacia de Homicídios Múltiplos, Odair Carneiro.

Investigações preliminares apontam que o crime teria o envolvimento de um homem supostamente agredido pelos seguranças durante o ensaio realizado na última semana. Ainda não há informações sobre a identidade do suspeito.

Segundo a polícia, um grupo de homens armados teria chegado ao local e atirado na direção das vítimas e depois atearam fogo nos corpos. Em seguida, os criminosos fugiram da região do crime. O caso está sob investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Qualquer informação sobre os autores do triplo homicídio devem ser repassadas através do Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (3235-0000), com anonimato garantido.

Notícias Relacionadas