Filho do ministro Eliseu Padilha advoga para empresa citada na Lava Jato

Fachada da Concepa (Concessionária da Rodovia Osório-Porto Alegre), no interior do Rio Grande do Sul. Controladora da Concepa foi alvo da Operação Lava Jato (Foto: Reprodução)
Fachada da Concepa (Concessionária da Rodovia Osório-Porto Alegre), no interior do Rio Grande do Sul. Controladora da Concepa foi alvo da Operação Lava Jato (Foto: Reprodução)

Um dos filhos do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, advoga desde 2002 para uma das empresas citadas pelas investigações da 36ª fase da Operação Lava Jato. Robinson Eliseu Reck Padilha atua como advogado da Concepa (Concessionária da Rodovia Osório-Porto Alegre), citada por ter feito depósitos em contas controladas pelo advogado Rodrigo Tacla Duran, apontado como operador de um esquema de lavagem de dinheiro e que está preso na Espanha.

Procurada, a TPI (Triunfo Participações e Investimentos), controladora da Concepa, confirmou que Robinson Padilha trabalha para a empresa, mas negou que ele atue nos casos relacionados à Lava Jato. Robinson Padilha também confirmou sua atuação junto à empresa e negou qualquer influência de seu pai em relação ao seu trabalho junto à Concepa.

A Concepa administra 121 quilômetros da rodovia que liga as cidades de Osório a Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A Concepa é controlada pela TPI, um conglomerado de empresas que engloba outras quatro concessionárias de rodovias, a administração do aeroporto de Viracopos (em Campinas), um porto e uma usina hidrelétrica.

Portal UOL/Leandro Prazeres

Notícias Relacionadas