Seleção Sub20 do Brasil cede empate ao Equador e encara o Uruguai

Fechando a rodada de abertura do Hexagonal Final do Sul-Americano Sub-20, Brasil e Equador empataram em 2 a 2 no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito (EQU). Com gols de Guilherme Arana e Maycon, a Seleção Brasileira saiu na frente, mas viu os donos da casa chegarem ao empate com dois pênaltis convertidos na etapa final.

O Brasil abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas cometeu dois pênaltis na etapa final e o equador empatou. (Foto: CBF/Divulgação)
O Brasil abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas cometeu dois pênaltis na etapa final e o equador empatou. (Foto: CBF/Divulgação)

Próximo adversário será o Uruguai na quinta-feira (2), às 21h15 (Horário de Brasília), no mesmo palco do jogo desta noite. Única vencedora dos jogos de estreia da fase final, a Celeste lidera com três pontos, seguida por Brasil e Equador. Os quatro primeiros colocados do Hexagonal Final garantem vaga na Copa do Mundo da categoria.

O Jogo – Sob forte chuva, Brasil e Equador iniciaram suas caminhadas no Hexagonal Final. Explorando a velocidade de seus atacantes, os donos da casa assustaram nos primeiros cinco minutos, mas a trave, na primeira investida, e os pés do goleiro Caíque, na segunda, mantiveram o placar zerado. Depois do susto inicial, a Seleção Brasileira mostrou personalidade e buscou responder com chutes de fora da área. Aos 15 minutos, David Neres arriscou de longe e, no rebote, Guilherme Arana abriu o placar, 1 a 0. Sentindo o bom momento, o Brasil foi para cima e chegou ao segundo, aos 24 minutos, com Maycon completando cruzamento de Matheus Sávio. Sem se expor, a Seleção valorizou a posse de bola e segurou a boa vantagem até o intervalo.

Com a vitória parcial, o Brasil voltou para o segundo tempo apostando na velocidade do trio ofensivo para surpreender o adversário e ampliar a vantagem. Aos 16 minutos, David Neres se livrou da marcação, invadiu a área e finalizou cruzado, levando perigo à meta equatoriana. Em duas cobranças de pênalti, aos 24 minutos com Jaramillo e aos 33 com Estupiñan, o Equador reagiu e deixou tudo igual, 2 a 2.

Notícias Relacionadas