Matrícula na rede estadual de ensino termina nesta terça-feira

A Secretaria da Educação do Estado encerra nesta terça-feira (31), a matrícula na rede estadual de ensino, destinada aos alunos novos, provenientes da rede particular ou de outros estados para cursar o Ensino Médio e suas modalidades, incluindo os cursos técnicos de nível médio da Educação Profissional. A matrícula também continua aberta para alunos novos que vão cursar o Ensino Fundamental e suas modalidades. Nestes casos, deve ser feita presencialmente em qualquer escola da capital ou do interior, mesmo que não seja a unidade que o estudante pretende estudar. O ano letivo de 2017 na rede estadual começa no dia 6 de fevereiro.

O secretário Walter Pinheiro esteve no Colégio Estadual Padre Palmeira, no bairro de Mussurunga, para acompanhar o processo de matríxula.
O secretário Walter Pinheiro esteve no Colégio Estadual Padre Palmeira, no bairro de Mussurunga, para acompanhar o processo de matríxula.

O secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, está acompanhando o processo de matrícula nas escolas e, nesta segunda-feira (30), esteve no Colégio Estadual Padre Palmeira, no bairro de Mussurunga, em Salvador. Ele percorreu as dependências da unidade, conversou com os gestores e familiares e fez uma avaliação positiva da matrícula. Sua previsão é que, nestes dois últimos dias, a rede receba uma grande quantidade de alunos oriundos da rede particular.

Pinheiro também enfatizou a realização, desta quarta a sexta-feira (1º, 2 e 3), da Jornada Pedagógica em todas as escolas estadual, para planejar o ano letivo 2017. O evento será com professores, gestores e a participação dos alunos, das famílias e de representantes da comunidade. “Portanto, este é um momento importante, pois estamos trabalhando intensamente para 2017 ser marcado pelo ano da mudança do eixo pedagógico nas escolas. Estamos fazendo todos os esforços para que toda unidade escolar tenha o seu coordenador pedagógico e diversas atividades complementares, a ocupação dos espaços físicos com outras iniciativas curriculares, com cursos técnicos de curta duração e trabalhando muito as áreas de Artes e de Educação Física”.

Dona Maria das Dores, mãe do estudante Eduardo dos Santos, foi ao Colégio Padre Palmeira, fazer a matrícula do filho, que estudava em São Paulo, e falou sobre o processo. “Fiquei muito contente porque consegui fazer a matrícula rápido. O atendimento foi bom. Passamos um tempo em São Paulo e, ao retornarmos, escolhemos esta unidade porque já conhecíamos o bom ensino”. Saiba todos os detalhes pelo Portal da Educação.

Notícias Relacionadas