Polícia identifica criminosos que mataram sargento da PM na Pituba

Qualquer informação que possa levar à localização dos acusados de matar o sargento Aldo pode ser compartilhada, anonimamente, através dos números (71) 3235-0000. (Foto: SSP/Divulgação)
Qualquer informação que possa levar à localização dos acusados de matar o sargento Aldo pode ser compartilhada, anonimamente, através dos números (71) 3235-0000. (Foto: SSP/Divulgação)

Vítor Santos da Silva Pires, 21 anos, Sílvio Manuel Jesus da Hora, 21, e Fabiano Silva da Paixão, 19, são os responsáveis pela morte do sargento da Polícia Militar Aldo Carvalho Santos, morto durante o assalto à Farmácia Drogasil, localizada na Avenida Manoel Dias da Silva, na Pituba, no último dia 17. Quarto envolvido na ação, Wilter Chagas Santos, 30, morreu em confronto com a polícia no bairro da Santa Cruz, dois dias após o crime.

Os pedidos de mandado de prisão, realizados pela Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública que investiga crimes cometidos contra policiais, já foram acatados, tornando os acusados foragidos da Justiça, conforme explicou o coordenador da Força Tarefa, delegado Odair Carneiro. “Com o acesso às imagens das câmeras da farmácia e a ouvida de testemunhas não restam dúvidas sobre as autorias do crime”, afirmou.

Qualquer informação que possa levar à localização dos acusados de matar o sargento Aldo pode ser compartilhada, anonimamente, através dos números (71) 3235-0000, 190 ou ainda pelo perfil da SSP no Facebook, através da mensagem inbox (privada).

Notícias Relacionadas