Brasil vence a Colômbia em ”Jogo da Amizade” e assume ranking da Fifa

Dudu marcou o gol da vitória brasileira logo no primeiro minuto do segundo tempo. (Foto: CBF/Divulgação)
Dudu marcou o gol da vitória brasileira logo no primeiro minuto do segundo tempo. (Foto: CBF/Divulgação)

Num jogo em que o resultado era o que menos importava, o Brasil venceu a Colômbia por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro, e chegou ao topo do ranking da Fifa depois de sete anos e mantém 100% de aproveitamento com Tite. O amistoso foi agendado para arrecadar fundos e ajudar as famílias das vítimas do trágico acidente com a delegação da Chapecoense no final do mês de novembro do ano passado. A aeronave caiu e 71 pessoas faleceram.

Mas por que a Colômbia? Os colombianos foram essenciais no resgate dos corpos e sobreviventes do voo que levava a Chapecoense para a decisão da Copa Sul-Americana diante do colombiano Atlético Nacional. O país inteiro se solidarizou com a tragédia e criou um laço muito forte com o Brasil. Um encontro de duas nações que ficaram em luto por pessoas que tiveram seus sonhos interrompidos.

O duelo festivo contou com um ritual todo especial, principalmente após a entrada das duas Seleções em campo. Jogadores de Brasil e Colômbia se intercalaram para cantar os hinos nacionais, além de terem trocado flores no centro do gramado. Antes de a bola rolar, um minuto de aplausos às vítimas do trágico acidente da Chapecoense.

O jogo
O início foi bastante movimentado. Diego Souza foi a principal arma da Seleção Brasileira. Num dos lances, aos 5 minutos, ele encontrou William Arão, que teria ótima chance de tocar para Robinho abrir o placar. Mas a Colômbia respondeu rápido. Aos seis, Borja arriscou de longe, mas a bola desviou na zaga e foi para fora.

Empurrado pela torcida nas arquibancadas, o Brasil voltou a assustar aos 14 minutos, quando William Arão aproveitou bola rebatida na área e quase acertou o canto do goleiro colombiano. Dudu foi bastante acionado em campo e também mostrou seu valor. Aos 26, ele fez ótimo passe para Lucas Lima, que parou no goleiro adversário.

Após ser pressionada, a Colômbia conseguiu encaixar boa troca de passes e quase abriu o placar no Engenhão. Aos 34 minutos, Uribe recebeu cruzamento e acertou a trave do goleiro Weverton. No rebote, Borja não conseguiu completar. Jogo mais movimentado e com chances para os dois lados ao final dos primeiros 45 minutos.

No segundo tempo a bola entrou. Logo no primeiro minuto, Fagner cruzou na área e Diego Souza cabeceou para defesa do goleiro González. No rebote, o baixinho Dudu testou para as redes. Atrás no marcador, a Colômbia precisou sair mais para o jogo e aos seis minutos tentou o empate em boa cobrança de falta de Bocanegra. Novamente Weverton estava lá para defender.

As duas Seleções diminuíram o ritmo e o confronto ficou sem muita movimentação. Voltou a ganhar emoção aos 37 minutos, quando Gustavo Scarpa cobrou falta com perigo e acertou a rede pelo lado de fora. Teve torcedor no estádio que gritou gol, tamanho o perigo da finalização do meia do Fluminense.

Antes do apito final, aos 43, a Colômbia quase conseguiu o gol de empate. Após confusão na área, Berrío ficou com a bola na pequena área e chutou para fora. Ótima chance desperdiçada.

Com a vitória desta noite, o Brasil também alcançou, após sete anos, a liderança do ranking de Seleções da Fifa. O resultado também fortaleceu ainda mais o trabalho que vem sendo realizado pelo técnico Tite. São sete jogos invicto à frente do Brasil.

Notícias Relacionadas