Vampeta oferece amparo para “gato” da Copinha: “Não cometeu crime hediondo”

Brendon Matheus Lima dos Santos, o “gato” da Copinha, terá um importante aliado na busca pela reconstrução da carreira e, principalmente, da vida: Vampeta. O ex-volante do Corinthians e agora presidente do Audax, time que disputa a elite do Campeonato Paulista, quer ajudar o atleta na retomada de sua carreira. Em entrevista ao site GloboEsporte.com, Vampeta confirmou que dará emprego e auxílio jurídico ao jogador.

– Eu não consegui falar diretamente com ele. Conversei com o Alberto, que cuida da carreira do garoto, e ofereci ajuda. Nosso departamento jurídico está à disposição e quero oferecer um contrato. Ele não matou ninguém, não cometeu nenhum crime hediondo. Merece uma chance para seguir a carreira – conta Vampeta.

Heltton, que seria o nome verdadeiro de Brendon segue desaparecido. O zagueiro não dá notícias para o Paulista, que anunciou que irá dispensá-lo, nem para o seu empresário, o ex-atacante Alberto. O agente do jogador admite a possibilidade de levar o jogador para Osasco, mas ainda prioriza a localização do garoto, que há três dias não se comunica com ninguém do seu staff.

– O Vampeta demonstrou ser uma pessoa incrível com esse gesto, além de um grande amigo. Nos interessa muito poder ter esse apoio, que serve como incentivo para ele não seguir outro caminho, já que deve ser punido e ficar parado por um bom tempo. Vamos estudar isso da melhor forma possível, mas primeiro precisamos achar ele – revela Alberto.

Mesmo sem conseguir contato direto, Alberto se diz tranquilo quanto a situação de Heltton. Segundo ele, o pai sabe o paradeiro do jogador e estuda o melhor momento de se apresentar até a Polícia para prestar depoimento e esclarecer toda a polêmica.

– Conversei com o pai dele e pelo jeito ele sabe onde o menino está. Já têm advogado e estão vendo a melhor forma de se apresentar para a Polícia. Só quero que ele apareça e se explique, porque um time todo e uma cidade sofrem com tudo isso. Minha vida está um inferno e quero seguir minha vida – desabafa o ex-jogador.

Assim que se apresentar à Polícia Civil, Brendon Matheus Lima dos Santos irá responder pela acusação de crime de falsidade ideológica. Na esfera esportiva, o jogador deverá ser punido por falsificação de documentos pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD).

Globoesporte.com

Notícias Relacionadas