Atacante Paulinho é apresentado pelo Vitória e diz que pode jogar contra o Sergipe

Soldado no quartel quer trabalho. Com menos de uma semana no clube, o atacante Paulinho assegura que está pronto para o primeiro combate rubro-negro em 2017, contra o Sergipe, pela estreia da Copa do Nordeste, próxima quinta-feira (26), no Barradão. Na sua primeira entrevista coletiva como atleta do Vitória, Paulinho não escondeu sua ansiedade de estrear com o manto vermelho e preto.

Paulinho, na apresentação com o presidente Ivan de Almeida: "Independentemente da posição, vim para ajudar da melhor forma possível a fazer um belo projeto no ano de 2017."
Paulinho, na apresentação com o presidente Ivan de Almeida: “Independentemente da posição, vim para ajudar da melhor forma possível a fazer um belo projeto no ano de 2017.”

“Espero ir para esse jogo. Tranquilo, vim trabalhar, estou muito focado. Fazendo a parte física essa semana. Espero estar bem, esperando minha família chegar. Também não sei vou entrar. Por mim vou, se o treinador me escalar, nem que seja 20, 30, 40 minutos, estou pronto. Quero estrear. Estou ansioso para sentir o carinho da torcida. Espero que a estreia seja com o pé direito e com Vitória”, assegura Paulinho.

Na assinatura de contrato de Paulinho, o diretor de futebol do Vitória, Sinval Vieira, avisou:

– Não quero saber de sua vida. Não quero saber de nada do que você faz aqui. Quero saber é aí [aponta para o campo do Barradão], nessa p… aí. Faça eu ganhar jogo, meu filho. Faça eu ganhar jogo. O resto eu estou cagando e andando. Não quero nem saber – disse Sinval Vieira [assista ao vídeo acima].

Com uma concorrência acirrada no ataque, Paulinho assegura que sua motivação vai pesar na hora de brigar por vaga no time. “Cheguei para ajudar da melhor forma possível a fazer um belo projeto no ano de 2017. Estou muito feliz. Pode ter certeza que o torcedor vai ver um Paulinho alegre dentro de campo. Do meu jeito, indo para cima e ajudando quando tiver que marcar. Espero que esse ano de 2017 seja vitorioso, não só para mim, mas para meus companheiros e para o Vitória”, decretou Paulinho.

O motivo que cativou Paulinho a defender o Vitoria é o mesmo dos demais reforços: um projeto ousado da diretoria rubro-negra, de buscar um elenco forte desde o início do ano. “No meu ponto de vista, o projeto que o Vitória está fazendo não é só para o Baiano, está fazendo grandes contratações para o ano inteiro. Para chegar e brigar por títulos nos campeonatos que disputar. Clube grande, caminho certo, investindo bem. A maioria dos times começa a formar o time no início do Brasileiro. O pensamento do Vitória é diferente, não só o estadual, mas o ano inteiro”, completa Paulinho.

Notícias Relacionadas