São Paulo vence o Corinthians nos pênaltis e é campeão da Fórida Cup

O jogo foi muito disputado e teve duas expulsões.
O jogo foi muito disputado e teve duas expulsões.

O maior goleiro da história do São Paulo inicia sua trajetória como técnico já levantando uma taça. Sem sofrer nenhum gol em dois jogos, o clube foi campeão do Torneio da Flórida (Flórida Cup), em cima do rival Corinthians, após um empate por 0 a 0 no tempo normal. Nas cobranças de pênalti, mais uma vez Sidão mostrou sua qualidade e defendeu duas cobranças, de Maciel e Fellipe Bastos – encerrando 4 a 3.

O clássico foi polêmico desde os primeiros minutos. Quando o relógio marcou cinco de bola rolando, Andrés Chávez invadiu a grande área, tentou passar pelo zagueiro Pedro Henrique e caiu no grande área. O São Paulo ficou pedindo pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir normalmente. A marcação do Corinthians estava implacável, principalmente Moisés pela direita, que conteve as decidas de Buffarini.

Mas a temperatura só subiu mesmo aos 17 minutos. O Corinthians tentou fazer uma ligação direta com o ataque e Bruno acabou dividindo a bola com Marquinhos Gabriel. Os jogadores se estranharam em campo e a discussão acabou ganhando um tom mais acalorado. Acompanhando de longe, o árbitro esperou todos se dissiparem e expulsou o zagueiro Maicon do São Paulo e o atacante Kazim, do outro lado.

Os dois times brigavam muito pela posse de bola no meio campo e aproveitam as chances principalmente em bolas paradas e alçadas na grande área. O primeiro tempo terminou sem nenhuma chance clara de gol. O primeiro chute saiu apenas nos acréscimos, com Wellington Nem, que ainda assim mandou muito longe da meta.

Para a etapa final, tanto Rogério Ceni, quanto Fábio Carille aproveitaram o torneio amistoso para testar algumas possibilidades para o restante da temporada. E as mudanças surtiram efeito, já que o jogo ganhou mais mobilidade e velocidade. Aos 11 minutos, o São Paulo mostrou uma cobrança ensaiada de falta na entrada da área e Cueva quase abriu o marcador, mas a zaga conseguiu afastar no último lance.

Em velocidade, o Corinthians também chegou pela primeira vez frente a frente com o goleiro Sidão. Fellipe Bastos acertou um lançamento rasteiro para Marlone. O meia invadiu a grande área livre, mas bateu muito forte, por cima da meta. Dali pra frente, o São Paulo só tomou pressão pelo lado direito, na dobradinha Lucão e Buffarini, e viu o adversário quase abrir o placar em mais duas oportunidades.

A primeira final de Rogério Ceni então foi decidida nas cobranças de pênalti, onde o atual treinador marcou sua passagem no futebol como maior goleiro artilheiro da história. Debaixo das traves seu substituto Sidão defendeu duas cobranças, de Maciel e Fellipe Bastos, e ainda viu o atacante Gilberto marcar a quinta e ultima penalidade, decretando o primeiro título do São Paulo na temporada.

Os dois times terão duas semanas para trabalhar antes da estreia no Campeonato Paulista. O Corinthians entrará em campo primeiro, no dia 4, quando viaja para Sorocaba, para enfrentar o São Bento no estádio Walter Ribeiro, às 17h. Já no dia 5, o São Paulo vai até a Arena Barueri para medir forças com o Audax, vice-campeão da última edição, também às 17h.

Notícias Relacionadas