Fortaleza vence o Ceará em clássico eletrizante e amplia tabu contra o rival

Deu Fortaleza no primeiro Clássico-Rei de 2017. Com público de 21 mil torcedores e em uma partida bastante disputada, com jogadas bruscas e discussões entre os atletas, um golaço do atacante Gabriel Pereira resolveu o jogo. O 1 a 0 deixa o Tricolor agora na liderança da primeira fase do Campeonato Cearense com sete pontos em três jogos. Já o Ceará fica com três pontos em dois jogos.

A vitória deixou o Fortaleza na liderança da primeira fase do Campeonato Cearense. (Foto: Imagem TV/Reprodução)
A vitória deixou o Fortaleza na liderança da primeira fase do Campeonato Cearense. (Foto: Imagem TV/Reprodução)

O resultado foi importante para o Fortaleza porque o time estava sofrendo uma grande pressão da torcida após jogar mal as duas primeiras partidas. Agora, com o triunfo, ganha um tempo de sossego para trabalhar sob o comando de Hemerson Maria.

O primeiro tempo foi marcado por muita pancadaria de ambos os lados e não por acaso a arbitragem distribuiu seis cartões amarelos, metade para cada. Lance perigoso de gol apenas um do Fortaleza, em chute de fora da área de Anderson Uchôa que Everson defendeu bem. Pelo lado Alvinegro, Sandro acertou boa cabeçada para ótima defesa de Marcelo Boeck, mas o zagueiro estava impedido. Por falar em impedimento, o zagueiro Heitor marcou um bonito gol de cabeça pelo Tricolor, mas sua condição era irregular e o tento foi corretamente anulado.

No segundo tempo o Ceará teve duas ótimas chances para marcar antes dos 10 minutos, mas Douglas Baggio e Lele desperdiçaram. Logo em seguida, aos 11 minutos, o Alvinegro ficou com um jogador a menos. Lele, que já tinha amarelo, simulou pênalti, foi advertido com segundo cartão, e acabou excluído.

A situação fez o técnico Gilmar Dal Pozzo tirar Magno Alves e colocar Alex Amado em campo. A substituição não foi capaz de controlar o Fortaleza, que passou a ser mais ofensivo com a vantagem numérica e não demorou para abrir o placar. Depois de bola alçada na área, Everson se adiantou para socar a bola, que sobrou para Gabriel Pereira, de muito longe, encobrir o goleiro do Ceará: 1 a 0, aos 20 minutos.

Com a vantagem no placar, o Fortaleza optou pelo cuidado. O time, que visivelmente melhorou defensivamente na comparação com os dois primeiros encontros da temporada, se postou de forma a segurar o resultado e sair nos contra-ataques, enquanto o Ceará tentava pressionar. Aos 40 minutos, o lateral esquerdo Gaston Filgueira foi expulso, após fazer falta desnecessária e receber o segundo cartão amarelo. (Jornal O Povo/Reprodução)

Notícias Relacionadas