Força Nacional é só instrumento de propaganda

CLÁUDIO HUMBERTO

Criada em 2004, a Força Nacional é só um engenhoso instrumento de propaganda do governo federal, que a utiliza para fingir que se importa. Trata-se de ação meramente cenográfica que, dizem especialistas, não faz diferença. Por exemplo: após anos de insistência e 39 presidiários esquartejados, o governo enviou a Força Nacional para Roraima. Eram apenas 100 homens para o Estado cuja Policia Militar tem quase 1.600.

Especialistas acham que os R$ 239,9 milhões anuais da Força Nacional teriam maior eficácia se fossem distribuídos aos Estados. (Foto: Agência Brasil)
Especialistas acham que os R$ 239,9 milhões anuais da Força Nacional teriam maior eficácia se fossem distribuídos aos Estados. (Foto: Agência Brasil)

MUNDO DA FANTASIA
Patético, o secretário de Segurança de Roraima celebrou. Disse que os gatos pingados “vão vigiar o presídio, Boa Vista, enfim, o Estado todo”.

ME ENGANA QUE EU GOSTO
Em 2015, com graves ameaças à segurança pública, o Piauí recebeu ridículos 90 soldados da Força Nacional. Sua PM tem 5.507 homens.

APENAS PROPAGANDA
Na mais recente incursão em Brasília, a Força Nacional destacou 80 soldados. Não fez a mínima diferença onde a PM tem 16.000 homens.

DINHEIRO MAL GASTO
Especialistas acham que os R$239,9 milhões anuais da Força Nacional teriam maior eficácia se fossem distribuídos aos Estados. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas