Rui Costa nomeia mulher de Luiz Argôlo (Lava Jato) como assessora

Luiz Argollo (no destaque com a esposa Emilie Grisi Nunes) foi preso pela Polícia Federal em 10 de abril de 2015. Na Bahia, sempre foi aliado dos governos de Jaques Wagner e Rui Costa.
Luiz Argollo (no destaque com a esposa Emilie Grisi Nunes) foi preso pela Polícia Federal em 10 de abril de 2015. Na Bahia, sempre foi aliado dos governos de Jaques Wagner e Rui Costa.

Esposa do ex-deputado federal Luiz Argôlo, um dos baianos presos e condenados na Operação Lava Jato, a socialite Emilie Grisi Nunes foi nomeada ontem pelo governador Rui Costa (PT) assessora técnica do gabinete do secretário estadual de Agricultura, Vítor Bonfim, segundo informa a coluna Satélite do jornal Correio, deste sábado.

Dona de um conhecido centro de estética e beleza em Salvador, Emilie foi citada em uma das ações penais movidas pelo Ministério Público Federal (MPF) do Paraná contra seu marido e o doleiro Alberto Youssef, acusados de corrupção no esquema de desvios e propinas em contratos da Petrobras.

A denúncia reproduz mensagens trocadas via BlackBerry e interceptadas pela Polícia Federal, nas quais Argôlo pede a Youssef que deposite R$ 13.200 na conta bancária de uma loja de móveis na capital. O valor, afirma o MPF na ação, seria para quitar parte da compra de R$ 39.661,37 feita por Emilie em outubro de 2013, sete meses antes da primeira fase da operação. O depósito e a compra foram confirmados pela proprietária da loja em depoimento prestado ao MPF e ao juiz Sergio Moro.

Notícias Relacionadas