Empresário de Marinho decide pagar a multa de R$ 17 milhões ao Vitória

A negociação para a saída de Marinho do Vitória acontece desde o final do ano passado.
A negociação para a saída de Marinho do Vitória acontece desde o final do ano passado.

O empresário Jorge Machado, que representa o jogador Marinho, se dispôs finalmente a pagar a multa rescisória de cinco milhões de euros, aproximadamente R$ 17 milhões, para a liberação do atleta. Até a última quinta-feira, Machado só queria pagar 60% desse valor, mas como a diretoria do Leão baiano bateu pé firme, ele resolveu abrir o bolso, segundo informou o presidente do Vitória, Ivã de Almeida.

A resolução do caso deve ocorrer na próxima semana, segundo Almeida. Marinho vai para Changchun Yatai, da China.

– Tivemos, como todos têm acompanhado, duas reuniões intensas, com muita discussão. O Vitória colocou a posição de que a saída é mediante pagamento da multa do contrato. O empresário dele, Jorge Machado, se colocou à disposição de efetuar o pagamento. Enquanto isso não ocorrer, ele é nosso jogador. Espero que nessa semana venha a transcorrer a questão burocrática, que é de documentação, pagamento – explicou.

Notícias Relacionadas