França organiza forte esquema de segurança contra atentados no Natal

Rádio França Internacional

Pelo segundo ano consecutivo, um forte esquema de segurança foi montado para as comemorações do Natal na França. Mais de 91 mil policiais foram destacados neste fim de semana, em um contexto de ameaça terrorista “elevado”. As informações são da Rádio França Internacional.

De acordo com o diretor-geral da polícia nacional francesa, Jean Marc Falcone, o serviço secreto francês analisa diariamente o nível de ameaça. A medida está em prática desde os atentados de janeiro de 2015 contra o jornal Charlie Hebdo e foram reforçadas após o ataques de 13 de novembro do ano passado, que deixaram, no total, 230 mortos.

O atentado na Feira de Natal em Berlim, na Alemanha, reivindicado pelo grupo Estado Islâmico, aumentou a tensão no território francês. O diretor da polícia francesa lembra que os países que participam dos combates da coalizão contra os extremistas na Síria e no Iraque são alvos privilegiados.

Ele disse, também, que não há elementos “concretos” sobre projetos de atentados durante as celebrações de fim de ano, mas o risco não pode ser eliminado. “Natal tem uma dimensão festiva e religiosa, reúnem muitas pessoas em um mesmo lugar”, declarou Falcone. Esses são elementos buscados pelos jihadistas ao organizar um ataque, destacou.

Atualmente, 2.391 locais cristãos, sendo 1.117 na região parisiense, tiveram um reforço na vigilância. “Para as missas de Natal mais frequentadas, nas grandes cidades, não teremos apenas policiais presentes, mas uma capacidade de reação imediata”, declarou Falcone. No ano passado, mais de 120 mil policiais foram mobilizados nos dias 24 e 25 de dezembro para garantir a segurança da população.

Notícias Relacionadas