970×90

Combatentes da ditadura repudiam mascarados

CLÁUDIO HUMBERTO

Brasileiros que encararam a luta contra o regime militar repudiam as manifestações violentas de criminosos mascarados, fantasiados de “ativistas”. Eles se escondem no anonimato para cometer os crimes de incendiar ônibus e carros particulares, depredar patrimônio público e atacar pessoas a pauladas, como ocorreu em Brasília. Quem deu a cara contra ditadura não respeita quem a esconde na democracia.

Eles se escondem no anonimato para cometer os crimes de incendiar ônibus e carros particulares, depredar patrimônio público e atacar pessoas. (Foto: Reprodução/G1)
Eles se escondem no anonimato para cometer os crimes de incendiar ônibus e carros particulares, depredar patrimônio público e atacar pessoas. (Foto: Reprodução/G1)

ENCARAR NÃO É PARA OS FRACOS
Ao contrário dos mascarados covardes, quem enfrentou a ditadura dava a cara orgulhosamente, no enfrentamento do regime.

ANONIMATO VEDADO
O artigo 5 da Constituição, inciso IV, garante o direito à livre manifestação do pensamento, “sendo vedado o anonimato”.

ATENTADO À DEMOCRACIA
“Esse tipo de ato contraria todo princípio de democracia e a Constituição”, adverte o presidente da OAB, Cláudio Lamacchia.

COISA DE CRIMINOSO
Ex-líder estudantil, Carlos Cadoca (PDT-PE) é categórico: “Quem se esconde atrás de máscara não é o cidadão de bem. É criminoso.” (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas