MPF investiga coleção de imóveis de pessoas ligadas a Sérgio Cabral, diz “Fantástico”

Em Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro, um prédio comercial de dez andares ainda não ficou pronto, mas já foi bloqueado pela Justiça.
Em Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro, um prédio comercial de dez andares ainda não ficou pronto, mas já foi bloqueado pela Justiça.

Salas comerciais, lojas, terrenos. O Ministério Público Federal investiga uma coleção de imóveis, são mais de 20, adquirida por gente de confiança do ex-governador Sérgio Cabral. A suspeita é de que tudo foi financiado pelo dinheiro da corrupção.

O Ministério Público Federal descobriu que o ex-governador Sérgio Cabral e a mulher, Adriana Ancelmo, eram donos de uma fortuna em joias e gastaram pelo menos R$ 6 milhões na compra de 189 peças. Mas a investigação da Pperação Calicute também quer saber como outros acusados de fazer parte da mesma organização criminosa passaram a ser donos de outra coleção: de imóveis.

Segundo o Ministério Público, apartamentos e um prédio de escritórios e lojas teriam sido usados para lavar o dinheiro da propina. Esta é uma das investigações que tentam mostrar como a corrupção tirou pelo menos R$ 224 milhões dos cofres do RJ. Até agora, 13 pessoas são acusadas de participar da organização criminosa que, segundo o Ministério Público Federal, era chefiada pelo ex-governador Sérgio Cabral.

Fonte: TV Globo/Fantástico

Notícias Relacionadas