Caiu a ficha: Maia deve desistir de candidatura.

CLÁUDIO HUMBERTO

O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) sonha com a reeleição como presidente da Câmara, mas já percebeu que lhe falta sustentação jurídica. Ele não chegou a confirmar oficialmente a candidatura, tampouco sua desistência, mas tem sido aconselhado a abandonar a pretensão. A Constituição veda a reeleição de membros da Mesa Diretora na mesma legislatura, e a atual só acaba no início de 2019.

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia.
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

DIFICULDADE
“O Rodrigo está ciente da dificuldade”, diz o 1º secretário da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), sobre a reeleição cada vez mais distante.

AÇÃO NO STF
Caso não desista, Rodrigo Maia poderá enfrentar uma ação do grupo do “centrão” no Supremo Tribunal Federal contra a sua candidatura.

CENTRÃO DIVIDIDO
Beto Mansur, Rogério Rosso (PSD-DF) e Jovair Arantes (PTB-GO) são candidatos do “centrão” à sucessão de Rodrigo Maia.

MINISTRO RODRIGO
Tão logo sua reeleição seja descartada, Rodrigo Maia será convidado para cargo de ministro. O presidente Michel Temer é muito grato a ele. (Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais).

Notícias Relacionadas