Polícia Federal recebe ordem para transferir Cabral para Curitiba

Cabral foi preso no dia 17 de novembro (Foto: Reprodução)
Cabral foi preso no dia 17 de novembro (Foto: Reprodução)

Agentes da Polícia Federal receberam na tarde desta sexta-feira (9) ordem para transferir o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, do Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio, para Curitiba. A determinação é decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal.

Cabral está preso desde o dia 17 na cadeia pública José Frederico Marques. Sua prisão fez parte da Operação Calicute, da Polícia Federal e Ministério Público Federal, que apura desvios em obras do governo estadual. O prejuízo é estimado em mais de R$ 220 milhões. Além de Cabral, dez pessoas foram presas no dia da operação. Na semana passada, a advogada Adriana Ancelmo, mulher de Cabral, também foi detida.

A operação Calicute é um desdobramento da Lava Jato que é conduzida por procuradores de Curitiba. De acordo com as investigações, Cabral era o cabeça do esquema de corrupção e pagamento de propina, que envolvia obras da Andrade Gutierrez.

A Polícia Federal concluiu no dia (30) o inquérito relativo à 1º fase da Operação Calicute. As investigações resultaram em 16 pessoas indiciadas pelos delegados federais que conduziram o procedimento por crimes que vão de corrupção passiva e ativa, organização criminosa a lavagem de dinheiro. Serão instaurados ainda outros inquéritos policiais para aprofundamento de novas vertentes da investigação. Entre os indiciados estão o ex-governador Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo.

Notícias Relacionadas