Prisão em flagrante de guarda envolvido em morte é convertida para preventiva

policia-marca

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) solicitou a conversão da prisão em flagrante do guarda municipal Naílton Adorno do Espírito Santo, em preventiva. Com o aval Justiça, o autuado por co-autoria no homicídio de Marcelo Tosta dos Santos, 37 anos, segue custodiado no Hospital Geral do Estado (HGE) e, após cuidados médicos, será encaminhado para o sistema prisional.

“Ele continua relutante em passar o nome de quem estava com ele durante a briga e também participou do homicídio. Estamos utilizando ações de inteligência para identificar este outro indivíduo e capturá-lo”, contou o diretor do DHPP, José Bezerra.

O crime ocorreu na madrugada de sábado (3), na casa de eventos Coliseu, localizada no bairro de Patamares. Naílton, um homem ainda não identificado e Marcelo discutiram e iniciaram uma luta corporal. Durante a briga foram efetuados os disparos que mataram a vítima.

Notícias Relacionadas