Teatro Livraria Cultura tem mostra de de cinema espanhol a partir do dia 5

O filme Loreak (Flores) segue de perto a vida de três mulheres, Ane, Lourdes e Tere, as três com vidas diferentes.
O filme Loreak (Flores) segue de perto a vida de três mulheres, Ane, Lourdes e Tere, as três com vidas diferentes.

O Teatro Eva Herz, da Livraria Cultura, abre gratuitamente nesta segunda-feira, dia 05 de dezembro, a Mostra Cinema Atual Espanhol. O evento é uma promoção do Instituto Cervantes em parceria com a Embaixada da Espanha no Brasil, reunindo cinco títulos que representam diferentes gêneros e inquietudes temáticas do atual cinema produzido na Espanha. A mostra tem exibições diárias até o dia 9 de dezembro, com sessões às 19 horas. Entrada franca.

O cinema espanhol, por força da crise econômica que se abateu sobre a Europa, passou por mudanças de paradigmas. A crise determinou uma diminuição na produção de filmes, mas isso levou a um aumento na pluralidade de conteúdos e formatos, maior atenção às preferências do público e novas formas de financiamento. O risco virou oportunidade e os diretores espanhóis começaram a propor filmes mais pessoais e originais com produtos finais mais cuidados, onde pode se sentir o esforço e trabalho de todos os profissionais envolvidos.

É o caso dos cinco filmes que integram a atual mostra, todos eles produções de 2014. Confira a programação:

Ártico – Direção: Gabriel Velázquez (Dia 05/12)

Jota e Simón são dois jovens de 20 anos que todos os dias vão às ruas para buscar a vida. Apesar de seus cotidianos roubos e trambiques, algo lhes revolve em seu interior. Cada um deseja o que não tem. Simón quer ser livre. Está cansado de viver rodeado de sua grande família de feirantes, incluindo sua mulher e filho. Jota não quer seguir sozinho e seu único desejo é fazer seu ninho e ter sua própria família.

Loreak (Flores) Direção: José Mari Goenaga e Jon Garaño (Dia 06/12)

Loreak (Flores) segue de perto a vida de três mulheres, Ane, Lourdes e Tere, as três com vidas diferentes, mas com uma coisa em comum: todas elas perderam alguém querido. É por isso que cada uma recebe uma vez por semana um misterioso ramalhete de flores de um anônimo. E ainda que sejam  apenas flores, as três ficarão afetadas por isso, pois cada uma deverá enfrentar à sua maneira a morte de alguém próximo e são as flores as que lhes farão lembrar, esquecer ou simplesmente seguir adiante com suas vidas.

Linda Juventude – Direção: Jaime Rosales (Dia 07/12)

Natalia e Carlos são dois jovens namorados de 20 anos que lutam para sobreviver na Espanha atual. Seus limitados recursos lhes impedem avançar como gostariam. Não têm grandes ambições porque não guardam grandes esperanças. Para conseguir algum dinheiro, decidem fazer um filme pornô amador. O nascimento de sua filha, Julia, será o principal motor das suas mudanças.

Todos estão Mortos – Direção: Beatriz Sanchís (Dia 08/12)

Lupe passa o dia todo dentro de casa, de roupão e de chinelos. Nunca ninguém imaginaria que ela foi uma famosa estrela de rock nos anos 80. Para trás ficaram os concertos, a fama e o sucesso. Agora ela é agorafóbica e vive completamente dependente da sua mãe, Paquita, uma mexicana supersticiosa e de grande coração que se ocupa não só da sua filha, como também do seu neto adolescente. O problema é que Paquita já não tem mais tempo e não quer ir embora antes de que sua filha esteja recuperada.

Pecados Antigos, Longas Sombras – Diretor: Alberto Rodríguez (Dia 09/12)

Em 1980, numa cidade remota e esquecida do sul da Espanha, uma série de brutais assassinatos de jovens mulheres aproxima dois detetives – ambos da divisão de homicídios – para investigarem os casos. Com profundas diferenças ideológicas, eles têm que colocar de lado o que pensam para conseguir pegar o assassino que, desde há alguns anos, aterroriza esta comunidade.

Notícias Relacionadas