MP-BA deflagra operação para desarticular quadrilha que frauda licitações

Os alvos da operação são empresas que atuam no ramo de impressos gráficos.
Os alvos da operação são empresas que atuam no ramo de impressos gráficos.

O Ministério Público do Estado da Bahia deflagrou no início da manhã desta segunda-feira, dia 28, uma operação para desarticular organização criminosa envolvida com a prática de fraudes em licitações. A “Operação Quali” é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas do MP (Gaeco) com o apoio do Departamento de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil (Draco) e do Centro de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil.

Estão sendo cumpridos 21 mandados de busca e apreensão, 8 mandados de prisão temporária e 6 de condução coercitiva em Salvador e Lauro de Freitas.

Os alvos da operação são empresas que atuam no ramo de impressos gráficos e que formaram cartel para vencerem licitações em órgãos públicos estaduais e municipais. De acordo com as investigações, o grupo atua há anos na capital e no interior da Bahia e tem conseguido vencer licitações, com preços superfaturados, em diversos órgãos.

O superfaturamento, aponta o Gaeco, gira em torno de 20% do valor do serviço, sendo que milhões de reais já foram desfalcados dos cofres públicos.

Notícias Relacionadas