Internacional vence o Cruzeiro e segue vivo na luta contra o rebaixamento

O Internacional conquistou uma importante vitória neste domingo (27), ao bater o Cruzeiro por 1 a 0 no Beira-Rio, resultado que o mantém vivo na luta pela permanência na Série A do Brasileirão. Com um golaço de Valdívia, que entrou no segundo tempo no lugar Dourado, o time colorado chegou aos 42 pontos – está na 17ª posição, na zona de reb aixamento, com a mesma pontuação do Vitória (16º), que joga nesta segunda-feira contra o Coritiba, no Paraná.

Valdívia comemora o gol de placa que decidiu o jogo (Foto:  Inter/Divulgação)
Valdívia comemora o gol de placa que decidiu o jogo (Foto: Inter/Divulgação)

Agora, todas as atenções se voltam para o último jogo do campeonato, contra o Fluminense, no próximo domingo (4), no Maracanã.

O duelo começou com ambos os times especulando no campo de ataque. O Inter conseguiu duas boas conclusões, a primeira delas aos 5min, quando Nico López roubou a bola na intermediária e avançou com velocidade em direção ao gol. Quando entrou na área, disparou o chute cruzado que saiu pela linha de fundo. Aos 11min, Seijas pegou a sobra nas proximidades da área e encheu o pé – a bola desviou na defesa e saiu para escanteio. Na cobrança, Alex alçou e Rodrigo Dourado cabeceou com perigo, ao lado do gol.

O Cruzeiro não deixava por menos. Com movimentação envolvente no meio-campo, rondava a área e dava trabalho aos marcadores colorados. Aos 22min, Ezequiel arriscou o chute e acertou o lado de fora da rede.

Aos 30min, Lisca mexeu no time, colocando Vitinho na vaga de Geferson. Aos 32min, o atacante quase abriu o placar, em cabeceio que passou rente à trave direita. Aos 37min, Alex cobrou falta com qualidade e Rafael fez defesa salvadora. Aos 42min, Vitinho pegou o rebote na meia-lua e chutou em cima do zagueiro cruzeirense.

Na etapa final, foram os mineiros que ameaçaram pela primeira vez. Aos 5min, Rafael Sobis chutou da ponta-esquerda e Danilo espalmou para escanteio. O Inter tentava trocar passes no meio, mas sofria com a eficiente marcação do Cruzeiro. Valdívia e Ariel foram para o jogo nos lugares de Dourado e Seijas, respectivamente. Aos 19min, Vitinho experimentou de longe e Rafael fez a defesa. Aos 25min, foi a vez de Anderson tentar de longe para a defesa do goleiro cruzeirense.

Valdívia decide – Aos 30min, um gol iluminado! Um gol antológico! Um gol para mudar os rumos! Em uma espetacular jogada individual, Valdívia partiu com a bola dominada desde o campo de defesa, deixou para trás os marcadores e chegou até a entrada da área, de onde emendou um chute colocado que acertou o ângulo direito. GOLAÇO! O Beira-Rio explodiu! O Gigante rugiu! A alegria voltou a habitar o coração colorado.

Depois do gol, o Inter recuou e passou a ser pressionado. Os 15 minutos finais foram dramáticos. Aos 39min, o Cruzeiro quase empatou: Robinho recebeu passe no interior da área e chutou por cima do travessão. Aos 45min, mais um susto: Ábila concluiu de frente para Danilo e a bola tirou tinta da trave esquerda. Com garra e o coração na ponta da chuteira, o Inter se fechou como pôde e segurou o resultado até o apito final. A comemoração foi fenomenal! O Inter segue vivo no Brasileirão!

Ficha técnica:

Internacional – Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Geferson (Vitinho); Anselmo, Rodrigo Dourado (Valdívia), Anderson, Alex e Seijas (Ariel); Nico López.
Técnico: Lisca.

Cruzeiro (0): Rafael; Ezequiel, Manoel, Léo e Bryan (Edimar); Romero, Ariel Cabral (Ábila) e Robinho; Alisson, William (Marcos Vinícius) e Rafael Sobis.
Técnico: Mano Menezes.

Gol: Valdívia (I), aos 30min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Bryan, Manoel, Rafael (C); Seijas, Danilo (I).

Pagantes: 25.352
Menores: 876.
Não pagantes: 1.836.
Total: 28.064.
Renda: R$ 384.800,00.

Arbitragem: Marcelo Aparecido R de Souza (SP), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP).

Notícias Relacionadas