Vitória goleia e mostra que está muito vivo para sair do rebaixamento

Debaixo de muita chuva e com 23 mil torcedores, o Vitória goleou o Figueirense por 4 a 0, na tarde deste domingo (20), no Barradão, demonstrando que está muito vivo na luta contra o rebaixamento. Com o resultado, o rubro-negro baiano foi a 42 pontos e acaba a rodada fora da zona da degola, na 16ª posição. O Internacional, o primeiro time no Z-4, joga nesta segunda-feira, contra o Corinthians. Somente se golear o Timão por mais de quatros gols, o Colorado sai da zona do rebaixamento. O Figueirense foi rebaixado para a Série B.

William Farias fez um golaçõ e abriu o placar para o Leão. (Foto:  Francisco Galvão/EC Vitória/Divulgação)
William Farias fez um golaçõ e abriu o placar para o Leão. (Foto: Francisco Galvão/EC Vitória/Divulgação)

O capitão Willian Farias acertou um chute no ângulo de fora da área e abriu o marcador no primeiro tempo. No segundo, o Vitória precisou de 15 minutos para liquidar com o jogo. Zé Love ampliou com um minuto de bola rolando, Kieza desencantou marcando seu 9º gol e Marinho fechou com outro golaço chegando ao 10º no Brasileiro.

Precisando do triunfo, o Vitória foi à arena com fome de Leão e teve o predomínio completo. Bastou a bola rolar para o time rubro-negro ficar sem o volante José Welison improvisado como lateral-direito: numa disputa de bola com Lins, o jogador fraturou a clavícula. O técnico Argel Fucks deslocou Diego Renan para a direita e Euller entrou na lateral-esquerda.

Somente um gol foi assinalado na etapa inicial do jogo, marcado por Willians Farias, aos 23 minutos, acertando de fora da área um chute no ângulo superior esquerdo do goleiro Gatito Fernandez.

Nessa etapa, o Vitória poderia ter saído para o intervalo goleando o Figueira. Logo no começo do jogo, Kieza cabeceou e a bola bateu na trave. Marinho e Euller de dentro da área chutaram rente à trave, e Zé Love desviou uma bola que também saiu na linha de fundo, passando pertinho ao gol.

O mais incrível foi o gol perdido por Marinho: quase dentro do gol, após Kieza acertar o travessão, o goleador rubro-negro cabeceou a bola para fora.

O segundo tempo do Vitória foi espetacular e cirúrgico. Ampliou para 2 a 0 com um minuto, através de Zé Love, acertando um chute de primeira após Marcelo disputar com o zagueiro a bola cruzada por Diego Renan, e manteve o jogo sob controle até o fim. Marcou mais dois gols e criou chances de impor ao adversário um placar muito mais dilatado.

Com 15 minutos, o rubro-negro definiu a goleada: Kieza desencantou aos 11 minutos, após assistência de Marinho, chegando ao nono gol na competição.

E Marinho, aos 15 minutos marcou um golaço: com um chute cruzado, ele acertou o ângulo do paraguaio Gatito e chegou ao 10º gol no Brasileiro, o quinto consecutivo em quatro jogos.

O quinto gol por pouco não saiu numa cobrança de falta do colombiano Sherman Cárdenas. Quando todos esperavam o cruzamento na área, o meia bateu rasteiro e acertou a trave de Gatito.

O próximo compromisso do rubro-negro será contra o Coritiba, segunda-feira (28), às 10h de Brasília (19h em Salvador), no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), pela 37ª rodada.

VITÓRIA 4 X 0 FIGUEIRENSE

VITÓRIA
Fernando Miguel; José Welison (Euller), Kanu, Victor Ramos e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas; Marinho (Tiago Real), Kieza e Zé Love (David)
Técnico: Argel Fucks

FIGUEIRENSE
Gatito Fernández; Ayrton, Bruno Alves, Werley e Marquinhos Pedroso; Josa, Jackson Caucaia (Yago) e Bady (Renatinho); Everton Santos (Rafael Silva), Rafael Moura e Lins
Técnico: Marquinhos Santos

Campeonato Brasileiro
Série A – Segundo Turno
36ª Rodada

Local: Estádio Barradão, Salvador (BA)
Data: 20/11
Horário: 17 horas de Brasília (16 horas em Salvador)
Gols: Willian Farias aos 23min do 1º tempo; Zé Love a 1min, Kieza aos 11min e Marinho (VIT) aos 15min do 2º tempo
Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira (FIFA), assistido por Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ASP. FIFA), todos de São Paulo
Cartão Amarelo: Willian Farias, Victor Ramos, Diego Renan (VIT), Yago e Bady (FIG)
Renda: R$202.988,00
Público: 22 mil e 648 pagantes

Notícias Relacionadas