Vitória perde para o Santos, mas segue fora da zona do rebaixamento.

O Vitória perdeu para o Santos por 3 a 2, na noite desta quinta-feira (17), pela Rodada 35 do Campeonato Brasileiro, mas segue fora da zona do rebaixamento. O Internacional não conseguiu mais que um empate em 1 a 1 com a Ponte Preta, chegou aos 39 pontos – mesmo número do time baiano -, mas ficou inferiorizado no saldo de gols.

Marinho marcou de pênaltie mais uma vez foi o destaque do Vitória.
Marinho marcou de pênaltie mais uma vez foi o destaque do Vitória.

Com isso, o Leão manteve-se na 16ª colocação. Os gols do Alvinegro foram marcados por Copete, uma vez no primeiro tempo, em impedimento, e outra no segundo, e por Ricardo Oliveira, de pênalti, na segunda etapa. Marinho e Serginho fizeram os tentos do Vitória.

O Santos segue sonhando com o título do Campeonato Brasileiro e está a quatro pontos do Palmeiras, que empatou em 1 a 1 com o Atlético-MG, em Belo Horizonte. O Santos, que não perde há sete jogos, retomou a vice-liderança, com 67 pontos, um a mais do que o Flamengo.

O primeiro tempo de Santos e Vitória começou muito movimentado, com boas chances para ambos os lados. O time da casa quase abriu o marcador aos 20 minutos, quando fez bela jogada pelo lado de campo e rolou para trás. Lucas Lima pegou na marca de pênalti e carimbou o travessão de Caíque.

O Santos seguiu em cima e guardou aos 35 minutos. Lucas Lima recebeu na intermediária e deixou Copete de frente para o gol. O atacante chutou firme, estufando as redes de Caíque. Na sequência, por pouco não saiu o segundo. Ricardo Oliveira tocou para Vitor Bueno. Livre, o meia colocou rente a trave.

No segundo tempo, o time baiano foi para cima e chegou a empatar aos 16 minutos. Yuri colocou a mão na bola dentro da área, e o árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Marinho deslocou Vanderlei para fazer o primeiro do Vitória, 1 a 1.

A comemoração durou pouco. Aos 21 minutos, Copete partiu em velocidade pelo lado esquerdo e acabou derrubado por Diogo Matheus. Na cobrança do pênalti, Ricardo Oliveira cobrou e deixou o seu. Em vantagem, o Santos recuou, tentando brecar as jogadas rápidas do adversário. Mesmo assim, Marinho teve uma ótima chance, mas chutou para fora.

Ainda deu tempo do Santos fazer mais um. A defesa do Vitória deu bobeira pela direita, perdeu a bola para Victor Ferraz e viu cair nos pés de Copete, que fez o seu segundo no duelo. O Vitória respondeu aos 47. Diego Renan cruzou para Serginho, que desviou para o gol.

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o Figueirense no domingo (20), às 17h, no Estádio do Barradão, em Salvador. No mesmo dia e horário, o Santos visita o Cruzeiro no Mineirão, em Belo Horizonte.

Notícias Relacionadas