Palmeiras goleia Figueirense e abre três pontos do vice-líder Corinthians

Agência FPF

Com uma apresentação perfeita, o Palmeiras se isolou na liderança do Brasileirão na noite desta quinta-feira, quando goleou o Figueirense pelo placar de 4 a 0, no Allianz Parque, pela 12ª rodada. A equipe paulista segue com 100% de aproveitamento jogando como mandante no torneio.

Moisés abriu a goleada do Verdão (Foto:  Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)
Moisés abriu a goleada do Verdão (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

A vitória fez o Palmeiras abrir três pontos do vice-líder Corinthians. O time paulista, que se recuperou da derrota para o Cruzeiro, fora de casa, soma 25 pontos. Completam o G4, Grêmio com 21 e Internacional com 20. O Figueirense, por sua vez, termina a rodada na 15ª posição com 14.

Apesar da partida atípica contra o Cruzeiro, o Palmeiras voltou a mostrar sua força como mandante. A equipe comandada pelo técnico Cuca, que não pôde contar com seus laterais – Jean e Egídio foram vetados pelo departamento médico do clube -, precisou de sete minutos para abrir o marcador. Dudu cobrou escanteio para Róger Guedes. O atacante cruzou na cabeça de Moisés, que testou firme para abrir o marcador.

Mesmo após o gol, o Figueirense jogava de igual para igual e obrigou Fernando Prass fazer uma grande defesa no arremate de Dudu. O time catarinense adiantou sua marcação e tentava pressionar o rival na saída de bola. O Palmeiras, porém, conseguia se livrar da marcação na base da velocidade de seus jogadores. Roger Guedes apareceu bem pelo lado direito e chutou forte para defesa de Gatito Fernandez.

Nos minutos finais, o Palmeiras cresceu novamente e chegou ao segundo. Roger Guedes cruzou, Cleiton Xavier foi travado e a bola sobrou para Tchê Tchê. O ex-jogador do Audax rolou na medida para Dudu chutar firme para o fundo das redes, jogando um balde de água fria no Figueirense.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou com a mesma intensidade da primeira etapa e fez o terceiro aos dez minutos. Dudu tocou para Zé Roberto, que cruzou para Gabriel Jesus, com categoria, cabecear para o gol. A resposta veio com Aryton, que parou em Fernando Prass.

O Figueirense sentiu o terceiro gol e abriu mão do ataque. O Palmeiras continuou com a posse de bola, mas também se preocupava em administrar o resultado. Cuca, então, colocou Vitinho e Barrios, que deram uma maior movimentação no jogo. Mas foi dos pés de Róger Guedes que saiu mais um gol do Palmeiras. O atacante cruzou para Lucas Barrios, que errou a cabeçada. A bola ainda sobrou para Gabriel Jesus, que se isolou na liderança do Campeonato Brasileiro com nove gols.

Na próxima rodada, o Figueirense enfrenta o Atlético Mineiro no domingo, às 19h, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Na segunda-feira, o Palmeiras visita o Sport na Ilha do Retiro, em Recife (PE).

Notícias Relacionadas