Bahia perde para o Brasil de Pelotas e completa quatro derrotas seguidas

Felipe Garcia aproveitou uma falha do goleiro Lomba e abriu o placar para o Brasil. (Foto: Reprodução/TV)
Felipe Garcia aproveitou uma falha do goleiro Lomba e abriu o placar para o Brasil. (Foto: Reprodução/TV)

Jogando na noite desta sexta-feira (24) em Caxias do Sul (RS), o Bahia perdeu para o Brasil por 2 a 1 e emplacou quatro derrotas seguidas na Série B do Campeonato Brasileiro. O tricolor baiano, que estava perdendo o jogo até os 42 minutos do segundo tempo por 1 a 0, chegou ao empate com um gol contra marcado pelo zagueiro Marlon, mas levou um gol aos 47 minutos do Brasil, assinalado por Teco.

Com o resultado, o Brasil chegou aos 19 pontos e subiu três posições, ultrapassando o próprio Bahia e chegando à sétima colocação. Já o Bahia amarga a quarta derrota seguida e fica com 17 pontos, em nono. O Ceará é o time que fecha o G4, com 20 pontos, mas com um jogo a menos. O Brasil volta a campo na próxima terça-feira, quando vai ao Paraná enfrentar o Londrina, no Estádio do Café. Já o Bahia receberá o Oeste, no mesmo dia, em Salvador.

O jogo começou complicado para o Brasil. Mesmo no frio de Caxias do Sul, o tricolor baiano é que foi para cima do Brasil, aproveitando um começo instável dos gaúchos. Thiago Ribeiro quase marcou aos 13 e, aos 16, Luisinho exigiu reflexo do goleiro Eduardo Martini. Mas pouco a pouco as coisas foram se equilibrando no gramado do Estádio Centenário, em Caxias do Sul.

Gol que é bom, só no segundo temo. O do Brasil foi do artilheiro Felipe Garcia. Ele aproveitou a bobeada do goleiro Marcelo Lomba, que espalmou para dentro da área e mandou para o fundo das redes. A vantagem quase foi ampliada: Aos 26, depois de uma confusão na área do Bahia, Teco desviou na pequena área, mas a bola bateu no poste.

A “empatite” que perseguia os pelotenses voltou a dar sustos no fim do jogo: Aos 42, Moisés avançou pela esquerda e, sem ter o que fazer, cruzou rasteiro. Martini desviou na tentativa de cortar, mas a bola acabou batendo em Marlon, indo parar no fundo das redes. A frustração, porém, foi superada pelo ímpeto do Brasil: aos 47, Teco subiu mais que a defesa do Bahia e, de cabeça, anotou o gol que não tinha conseguido fazer antes: 2 a 1 e fim de jogo, com três pontos a mais para o time gaúcho e a quarta derrota consecutiva do Bahia. (Com informações do Correio do Povo).

Notícias Relacionadas