Dono do site 247 e e ex-ministro da Previdência presos coercitivamente

Ex-ministro da Previdência Carlos Gabas
Ex-ministro da Previdência Carlos Gabas

Alvo da Operação Custo Brasil, deflagrada na manhã desta quinta-feira e que prendeu o ex-ministro Paulo Bernando, o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas foi conduzido coercitivamente para depor em Brasília. Gabas é investigado por suposto envolvimento na contratação ilegal e recebimento de propina da empresa Consist, para prestar serviços sobre crédito consignado, no período em que Paulo Bernardo era ministro do Planejamento. O jornalista Leornardo Attuch, que administra o site “Brasil 247”, também foi levado coercitivamente para depor, mas em São Paulo.

A operação apura o pagamento de propina, proveniente de contratos de prestação de serviços de informática com a empresa Consist, na ordem de R$ 100 milhões, entre os anos de 2010 e 2015, a pessoas ligadas a funcionários públicos e agentes públicos do Ministério do Planejamento. O caso foi revelado pelo GLOBO em agosto do ano passado.

O ex-ministro Paulo Bernardo foi preso pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira, em Brasília. Ele é casado com a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). A residência do casal em Curitiba foi alvo de busca e apreensão. Policiais federais também cumprem um mandado de busca na sede do PT, no centro de São Paulo.

Fonte: O Globo

Notícias Relacionadas