Imbassahy e Benito estavam na festa que Collor xingou Janot de ‘filho da p#%@’

Collor não popupou palavrões quando o assunto era Rodrigo Janot (Foto: Reprodução/Revista Veja).
Collor não popupou palavrões quando o assunto era Rodrigo Janot (Foto: Reprodução/Revista Veja/(Felipe Frazão).
Olíder do PSDB na Câmara dos Deputados, Antonio Imbassahy (BA) e o deputado federal Benito Gama (PTB-BA) estavam na festa junina em que o senador Fernando Collor xingou o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, de ”filho da p#%@”. O “Arraiá dos Fortes” foi organizado pelo deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), um dos acusados de pedir propina por Sérgio Machado, e reuniu mais de 400 convidados na casa da filha do parlamentar no Lago Sul, em Brasília.

Com a ausência do presidente interino Michel Temer, que era esperado no arraial mas que desmarcou de última hora e ficou em São Paulo com o filho Michelzinho, o centro das atenções virou o ex-presidente Collor de Mello (PTC-AL), alvo da Operação Lava Jato.

Abraçado ao anfitrião, deputados e convidados, Collor pediu a Heráclito Fortes. “Deixe-me fazer sua defesa, você tem minha absoluta solidariedade, toda solidariedade, contra esse filho da p#%@ do Janot”, disse abraçado ao anfitrião para surpresa de jornalistas, deputados e convidados. “Filho da p#%@ porque a mãe dele é uma p#%@. Falo isso aqui porque já falei no Senado”, justificou.

Segundo reportagem desta segunda-feira (20) da versão online da Revista Veja (Veja.com), Collor passou horas de pé enfileirando charutos cubanos Montecristo e contou que, logo depois de sofrer o impeachment, viajou para duas semanas na ilha caribenha do comunista Fidel Castro, a convite do ditador. O senador ficou na festa até a madrugada com a atual mulher, a arquiteta Caroline Medeiros, e as filhas gêmeas.

Notícias Relacionadas