Cinco shows animam primeiro dia do São João do Centro Histórico

Resgatar as tradições juninas é o que pretende o São João da Bahia, uma ação do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa), que começa no próximo dia 23, no Terreiro de Jesus/Centro Histórico de Salvador. A partir das 17h haverá shows gratuitos da Orquestra Sanfônica, Adelmário Coelho, Dorgival Dantas, Cicinho de Assis e Val Macambira. “Resolvemos montar no espaço uma programação mais tradicional, com respeito à Lei da Zabumba. Chamamos, por dia, um nome nacional e outras atrações baianas”, informa o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado.

Dorgival Dantas e Aldemário Coelho prometem muito forró no São João do Centro Histórico.
Dorgival Dantas e Aldemário Coelho prometem muito forró no São João do Centro Histórico.
Para uma festa junina, uma abertura homenageando a sanfona, um instrumento mais lembrado desta temporada. “Por isso, o São João da Bahia terá inicío com a ‘Orquestra Sanfônica’. Na formação, cerca de 20 músicos, de diferentes idades (9 a 80 anos) e gêneros, que no repertório viajam por ritmos como choro, samba, tango, bossa-nova, forró, xote, baião e marchinhas juninas.

A programação também tem como destaque o cantor, Dorgival Dantas, o ‘Poeta das Canções’, assim conhecido pelas letras das músicas que compõe. Ele é tecladista, sanfoneiro e compositor. A trajetória artística começou com músicas cantadas por outros artistas como Bruno e Marrone, Alexandre Pires, Tchê Garotos, Frank Aguiar, Michel Teló e Aviões do Forró. Entre suas principais canções estão ‘Declaração’, ‘Coração Teimoso’, ‘KKK’, ‘Acabou na Lama’, ‘Barriguinha’, ‘Você não Vale Nada’, ‘Pode Chorar’ e ‘Amor Covarde’.

Tem ainda Adelmário Coelho, o ‘Forrozeiro do Brasil’, como é chamado pelos fãs. O cantor representa o autêntico ‘forró pé-de-serra’, destacando os costumes e a cultura nordestinas nas músicas e apresentações. Os números da carreira falam por si – com 20 CDs gravados, um DVD e um vinil do início da carreira. Já foi assistido por mais de um milhão de pessoas durante turnês que rodam o Brasil o ano todo.

Notícias Relacionadas