Transalvador diz que não ”oferece regalia” e remaneja área para vans de turismo

A área que vinha sendo utilizada com exclusividade por um mesmo agente que faz transporte de turistas para o Terminal Náutico, no Comércio, mudou de local. Ou melhor: passou de um lado, no final da Avenida da França, para outro. E ganhou uma placa de sinalização: “Vans de Turismo”. A medida foi tomada nesta terça-feira (7), um dia após a reportagem do JORNAL DA MÍDIA, com o título ”Rigorosa com os cidadãos, Transalvador dá regalia a empresa de turismo no Comércio”.

A imagem não deixa dúvida:  a área no final do Terminal da França era exclusiva para o mesmo operador. A Transalvador mudou o local, colocou uma placa de sinalização. Agora é esperar que o privilegio realmente acabe.  (Foto: Divulgação)
A imagem não deixa dúvida: a área no final do Terminal da França era exclusiva para o mesmo operador. A Transalvador mudou o local, colocou uma placa de sinalização. Agora é esperar que o privilegio realmente acabe. (Foto: Divulgação)

Em nota ao JORNAL DA MÍDIA, a Transalvador esclareceu que não oferece qualquer privilégio ou regalia a nenhuma instituição. E disse mais: “A situação reclamada será apurada pela autarquia. Sendo comprovada a irregularidade, o responsável será punido”.

O fato foi denunciado por comerciantes, motoristas de ônibus e mototaxistas, por complicar o trânsito e por está sendo usada exclusivamente há mais de seis meses por uma mesma empresa durante todo o dia e de domingo a domingo, em detrimento até de outras que também prestam o mesmo tipo de serviço. Mas a decisão da Transalvador é elogiável. É uma boa medida se realmente for para valer!

Porém, a placa que colocou (“Vans de Turismo”) não determina o tempo de permanência para as vans e até micro-ônibus que fazem esse tipo de transporte. Resultado: ontem à tarde, novamente as mesmas vans estavam lá paradas, sem nenhum condutor em seu interior. Vamos aguardar que a Transalvador – ou seus agentes na área – realmente acabe de vez com o privilégio, para que outras companhias que também fazem transporte de turistas para o Terminal Náutico, sejam igualmente beneficiadas.

Notícias Relacionadas