Peixamento insere 20 mil alevinos em açude no Norte da Bahia

Durante a introdução dos peixes no açude, técnicos da Codevasf conversaram com os pescadores sobre os cuidados que eles devem ter, principalmente no que se refere à pesca predatória. (Foto: Divulgação)
Durante a introdução dos peixes no açude, técnicos da Codevasf conversaram com os pescadores sobre os cuidados que eles devem ter, principalmente no que se refere à pesca predatória. (Foto: Divulgação)

Cerca de 500 famílias do distrito de Juremal, comunidade localizada a cerca de 45 quilômetros da sede do município de Juazeiro (BA), no norte baiano, serão beneficiadas com a inserção de 20 mil alevinos no açude local. O peixamento foi realizado neste mês pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Segundo o engenheiro de pesca Luciano Rocha, da 6ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Juazeiro, é fundamental para as famílias beneficiadas ter o peixe como fonte de proteína animal a baixo custo. “O peixamento promove isso, bem como a maximização do uso racional dos corpos d’água”, explica.

Os alevinos das espécies tambaqui, curimatã e tilápia, com tamanho entre 5 a 10 cm, foram cedidos pelo Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro, entidade de pesquisa mantida pela Codevasf no município de Petrolina (PE).

“Após o período de um ano, esses peixes poderão render à comunidade quase 10 toneladas de proteína animal, proporcionando segurança alimentar e complementando a renda familiar”, calcula Luciano Rocha.

Notícias Relacionadas