Marinho faz golaço, Vitória bate o Inter por 1 a 0 e sobe para 10º na tabela

Marinho foi caçado em campo pelos marcadores,  mas marcou um golaço e dedicou  à filha Alícia, que nasceu na última  sexta-feira.
Marinho foi caçado em campo pelos marcadores, mas marcou um golaço e dedicou à filha Alícia, que nasceu na última sexta-feira.

“Di Marinho” voltou e foi decisivo. Esperto, o artilheiro rubro-negro na temporada (10 gols) aproveitou o erro do adversário na saída de bola e a insistência de Kieza no combate, e com o gol vazio tocou por cobertura pegando o rebote fora da área para garantir o segundo triunfo do Vitória no Brasileiro da Série A.

Marinho dedicou o gol à filha Alícia, que nasceu sexta-feira, 3. Um triunfo para ser muito valorizado. Afinal, o rubro-negro venceu o até então líder Inter-RS que fazia quase três meses sem uma derrota. Mais: o Leão saltou três casas e ocupa a 10ª posição, com 8 pontos ganhos, mesma pontuação do oitavo colocado – perde no critério de saldo de gols, com dois a menos.

Atacante Kieza mais uma vez teve atuação destacada e ajudou o rubro-negro a bater o líder Inter (Foto: Francisco Galvão/ECV)
Atacante Kieza mais uma vez teve atuação destacada e ajudou o rubro-negro a bater o líder Inter (Foto: Francisco Galvão/ECV)

E ampliou um tabu que já dura 13 anos: a última derrota no Barradão para o Inter foi em 2003. Nos 12 jogos no Barradão, são nove triunfos, dois empates e somente uma derrota.

O jogo foi significativo também para o técnico Vagner Mancini. Além da vitória que desbancou o líder, Mancini completou um ano no comando da equipe rubro-negra. Ele, que com 96 jogos, é o recordista dirigindo o Leão no Brasileiro.

O único gol do jogo saiu logo aos 3 minutos. Kieza apertou a saída de bola adversária, ganhou do zagueiro Paulão, tentou driblar o goleiro Danilo Fernandes, que ainda tocou na bola e Marinho pegou a sobra de fora da área para com categoria assinalar 1 x 0.

O Vitória teve sempre o jogo sob controle e ainda carimbou a trave de Danilo Fernandes: Flávio serviu rasteiro a Dagoberto que com um toque sutil desviou. A bola bateu na trave.

Na etapa final, o Vitória continuou com jogo sob controle, e somente no minutos finais passou susto: primeiro num chute de Alex e depois com o atacante Aylon chutando para fora.

Mas foi o rubro-negro que teve mais chances de ampliar e inclusive, aos 50 minutos, Marinho deixou Kieza livre com o gol vazio. O artilheiro finalizou e Paulão salvou em cima da linha.

Próximo compromisso do Vitória será contra o Botafogo, domingo, 12, às 11 horas, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

VITÓRIA 1 X 0 INTER RS
Campeonato Brasileiro
Campeonato Baiano – 1º Turno
Local: Estádio Manoel Barradas, Salvador (BA)
Data: 06/06/2016
Horário: 16h
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP-ASP. FIFA), assistido por Emerson Augusto de Carvalho (SP-FIFA) e Anderson José de Moraes Coelho (SP-CBF 1)
Gol: Marinho (VIT) aos 3min do 1º tempo
Cartão Amarelo: Willian Farias (VIT), Artur, Jair, Eduardo Sasha, Anselmo, Paulão e Gustavo Ferraries (INT)
Renda: R$127.250,00
Público: 8 mil e 924 pagantes

VITÓRIA
Fernando Miguel; Norberto (Maicon), Victor Ramos, Ramon e Euller(Kanu); Amaral, Willian Farias e Flávio; Marinho, Kieza e Dagoberto (Leandro Domingues)
Técnico: Vagner Mancini

INTER RS
Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Anselmo (Jair), Andrigo (Aylon) e Gustavo Ferrareis; Vitinho (Alex) e Eduardo Sasha
Técnico: Argel Fucks

Notícias Relacionadas