Operação da PF na Bahia investiga compra de imóveis com dinheiro público

Cerca de 30 policiais federais participam da ação.
Cerca de 30 policiais federais participam da ação.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (2), a Operação Orobó, com o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão nos municípios de Salvador, Feira de Santana e Ruy Barbosa. Em Salvador, os mandados estão sendo cumpridos no bairro Cidade Jardim e na região da Avenida Tancredo Neves, em um edifício empresarial. Segundo a Polícia Federal, no ano passado foi desfeito um esquema criminoso de desvio de recursos públicos que causou um prejuízo de mais de R$ 6,6 milhões aos cofres do município de Ruy Barbosa.

Cerca de 30 policiais federais participam da ação, que é um desdobramento da Operação Águia de Haia, realizada em julho de 2015. A “Orobó” (uma referência à serra aos pés da qual está localizado o município de Ruy Barbosa) investiga a lavagem do dinheiro desviado na cidade. Os mandados cumpridos nesta quinta-feira foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, e pretendem localizar e apreender provas da ocultação dos valores desviados. A suspeita é que os recursos desviados foram utilizados para a aquisição imóveis, veículos e outros bens.

Também são cumpridos mandados de busca e apreensão em escritórios de dois advogados suspeitos de participação na organização criminosa. Segundo a PF, os profissionais atuaram em conluio para atrapalhar o andamento das investigações.

Notícias Relacionadas