Chegou a hora de vender o Milan, diz Berlusconi.

Silvio Berlusconi posa com troféus do Milan (Foto: Milan/Reprodução)
Silvio Berlusconi posa com troféus do Milan (Foto: Milan/Reprodução)

Agência ANSA

Perto de vender o Milan para um consórcio de investidores chineses, o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi reconheceu nesta sexta-feira (27) que chegou a hora de ceder o controle do clube rossonero.

Em entrevista a uma rádio local, o presidente milanista defendeu que é necessário um sucessor que se comprometa a investir todos os anos no time para devolvê-lo às conquistas. “Depois de 30 anos, acho que chegou o momento de passar o controle, mas quero deixar o Milan com quem saiba torná-lo protagonista na Itália e no mundo”, disse.

Berlusconi assumiu o clube rossonero em 1986, dando início ao seu período mais vitorioso. Durante sua presidência, foram cinco Ligas dos Campeões da Europa, oito Campeonatos Italianos, uma Copa da Itália e três Mundiais.

“É estranho pensar em um Milan sem Berlusconi. Mas se ele tiver de ceder o clube, será um gesto de amor”, disse o ex-jogador Paolo Maldini, um dos maiores ídolos da história da equipe de Milão. O ex-primeiro-ministro negocia a venda da equipe a um consórcio de investidores chineses que estaria disposto a pagar 700 milhões de euros (R$ 2,8 bilhões) por 70% das ações. (ANSA)

Notícias Relacionadas