Polícia faz ação e prende suspeito de estupro coletivo no Rio de Janeiro

Segundo comandante do 9º BPM, polícia recebeu denúncia de que o homem participou da violência contra a jovem de 16 anos. (Agência Brasil)
Segundo comandante do 9º BPM, polícia recebeu denúncia de que o homem participou da violência contra a jovem de 16 anos. (Agência Brasil)

Vinícius Lisboa
Agência Brasil

Cerca de 70 policiais militares realizam uma operação na comunidade São José Operário, na zona oeste do Rio de Janeiro, para buscar suspeitos de terem participado do estupro coletivo de uma adolescente de 16 anos. Os PMs detiveram uma pessoa e apreenderam drogas. O caso será encaminhado à delegacia local.

Segundo a Polícia Militar, policiais de sete batalhões participam da ação. O Batalhão de Ação com Cães também auxilia nas buscas. A operação conta ainda com o suporte de um helicóptero e de veículos blindados.

A polícia afirma não ter encontrado resistência de criminosos ao entrar na comunidade, mas, em uma parte mais alta do morro, houve um “breve confronto”. De acordo com os militares, ninguém se feriu.

A nota enviada à imprensa pela Polícia Militar destaca ainda que a operação busca reprimir outros crimes: “identificar os criminosos que praticaram o estupro coletivo contra uma menor de 16 anos, dar maior sensação de segurança a população, prevenção e repressão os crimes de roubo de veículos, roubo de cargas, roubo de rua e o tráfico de drogas”.

Na noite de ontem (27), a Polícia Civil ouviu depoimentos de pessoas investigadas no caso e também da vítima. Mais informações sobre as investigações devem ser divulgadas pela assessoria de imprensa do órgão ao longo do dia.

Notícias Relacionadas