Temer terá oportunidade de desmitificar inverdades do PT, diz Leur Lomanto

Leur destacou o objetivo de Temer  em garantir a autonomia das instituições, a exemplo da Polícia Federal, a frente da Operação Lava Jato.
Leur destacou o objetivo de Temer em garantir a autonomia das instituições, a exemplo da Polícia Federal, a frente da Operação Lava Jato.

Em discurso no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB), refutou as críticas de parlamentares da base governista de Rui Costa (PT) ao processo de impeachment e defendeu as iniciativas do presidente interino da República, Michel Temer (PMDB) ao destacar a capacidade de sua equipe econômica para impulsionar um novo rumo à economia brasileira. Segundo ele, a promoção e a reparação social entre as populações mais carentes do país serão permanentes neste governo. “O presidente Michel Temer vai ter a oportunidade de desmitificar todas as inverdades ditas pelo PT, de que qualquer outro governo que não fosse o deles iria acabar, por exemplo, com os programas sociais, como o Bolsa Família”, afirmou.

O peemedebista disse que chegou à hora de todos mirarem a pacificação do país e a retomada do crescimento da economia. “Nós precisamos, agora, pensar no Brasil. Não adianta insistirem na divisão de quem é a favor dos pobres ou de quem é a favor dos ricos. Este é um discurso retrógrado”, contestou. Leur Jr. citou que em poucos dias na presidência, Temer tomou medidas que visam arrumar o país.

“Ele encontrou uma terra arrasada, um governo com mais de R$ 150 bilhões em dívidas, inchado com 32 ministérios. Já conseguiu diminuir para 23 ministérios e vai reduzir ainda em mais de 4 mil o número de cargos”, frisou. A capacidade de trabalho e o poder de articulação do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB), como forma de melhorar as relações políticas também foi citado. “Além disso, a Bahia sai muito fortalecida, pois todos nós sabemos o quanto Geddel defende os interesses do estado”, enfatizou.

Segundo o deputado, “todos sabem que a missão é árdua”, mas o clima é de confiança e forte expectativa, diante da equipe econômica escolhida pelo presidente. Leur também exaltou o objetivo do dirigente do país em garantir a autonomia das instituições, a exemplo da Polícia Federal, a frente da Operação Lava Jato.

Notícias Relacionadas