Greve de ônibus em Salvador não será decretada nesta sexta-feira

Os rodoviários ainda terão uma rodada de negociações na delegacia do Ministério do Trabalho nesta sexta-feira.
Os rodoviários ainda terão uma rodada de negociações na delegacia do Ministério do Trabalho nesta sexta-feira.

Depois de uma assembleia realizada nesta sexta-feira (19), os rodoviários estão anunciando que uma greve dos motoristas e cobradores de ônibus de Salvador pode acontecer “a qualquer momento”. No entanto, o o secretário-geral do Sindicato dos Rodoviários, Valter Freire dos Santos, descartou que a paralisação ocorra nesta sexta-feira (20), como o próprio sindicato tinha anunciado semana passada.

O dirigente dos Rodoviários explicou que a greve não poderia ser decretada porque nesta sexta-feira ainda tem uma nova rodada de negociações às 10h no Ministério do Trabalho com o sindicato patronal para discutir a pauta de reajuste salarial.

Segundo Valter Santos, a categoria ainda não recebeu uma proposta de ajuste salarial nem dos empresários e nem da Prefeitura. A expectativa, porém, é de que essa proposta seja oferecida na rodada de negociações que vai acontecer com os patrões no Ministério do Trabalho.

Uma reunião com o prefeito ACM Neto também está prevista para acontecer, mas ainda não existe data definida. “Vamos aguardar essas negociações para marcar uma nova assembleia e decidir sobre a greve. Mas ainda continuamos em estado de greve”, informou o sindicalista.

No final da tarde de hoje, os rodoviários fizeram uma passeata entre os Barris e a Estação da Lapa. Valter dos Santos disse que cerca de 800 pessoas participaram da manifestação, entre mecânicos, motoristas e cobradores, participam da manifestação.

Notícias Relacionadas