Volvo Cars apresenta o primeiro olhar sobre a nova geração de compactos

Volvo Concept 40.1 rear quarter high

A Volvo Cars revelou nesta quarta-feira (18/5) dois carros-conceito que apontam a direção da estratégia global de renovação de toda sua gama até 2019. Os carros-conceito são da Série 40 e demonstram como a Volvo planeja expandir sua atuação no promissor mercado de veículos premium compactos: a combinação de design arrojado, conectividade de ponta e tecnologias de propulsão elétrica e direção autônoma.

Os protótipos foram os primeiros construídos sobre a versátil plataforma CMA (Compact Modular Architecture), desenvolvida exclusivamente para veículos considerados de pequeno porte, que proporcionou à marca explorar um design mais ousado e arrojado.

“Cada novo integrante dessa família de veículos terá identidade própria. A plataforma CMA nos ajudou muito nesse sentido, pois deu liberdade de criação às equipes de design e engenharia. Os novos carros-conceito têm energia e um caráter urbano fortemente estabelecido que os destacam na multidão. Esse é o tempero dos Volvo compactos que estão por chegar”, disse Thomas Ingenlath, vice-presidente sênior de Design do Grupo Volvo Car.

Os novos carros compactos são essenciais para a transformação global da Volvo, tanto operacional quanto financeira, já em curso. Os recentes modelos lançados das famílias 60 e 90 são produzidos sobre a também versátil plataforma SPA (Scalable Product Architecture) e, nos próximos quatro anos, será lançada uma gama mundial de carros baseados na arquitetura CMA.

Volvo Concept 40.2 front
Elétrico – Essa nova gama de compactos incluirá um modelo 100% elétrico, assim como diferentes trens de força híbridos dotados da tecnologia Twin Engine plug-in, em linha com o compromisso estabelecido pela empresa de utilizar propulsão elétrica em todo o seu portfólio. A marca almeja vender globalmente mais de 1 milhão de veículos com tecnologia elétrica até 2025.

 

 

 

“Por meio da modularidade para a arquitetura do veículo e o desenvolvimento do powertrain, demos um grande salto no segmento premium”, disse Peters Mertens, vice-presidente sênior para Pesquisa & Desenvolvimento. “O desenvolvimento de uma nova bateria elétrica abre um novo capítulo na história da Volvo.”

Com design exterior arrojado e opção de motorização elétrica, os novos carros também vão oferecer uma linha completa de serviços de conectividade inovadores, além do pacote mais avançado do mundo em equipamentos de segurança e um inspirador design do interior.

“Os novos carros da linha 40 têm o potencial de aumentar a participação em um segmento importante que está crescendo”, afirmou o presidente e CEO, Håkan Samuelsson. “O desenvolvimento de novos motores, que inclui o Twin Engine plug-in híbrido, bem como uma versão 100% elétrica, é fundamental para a plataforma CMA.” Ele acrescentou que o primeiro veículo da Série 40 está previsto para entrar em produção em 2017.

O anúncio da nova estratégia de carros compactos globais da Volvo chega logo após um forte início de ano em termos de venda e rentabilidade para a marca.

As receitas da organização para os primeiros três meses do ano cresceram 24% para 41,7 bilhões de coroas suecas, gerando lucro operacional de 3,1 bilhões de coroas suecas e margem de lucro operacional de 7,5%. As vendas globais para o primeiro trimestre de 2016 aumentaram 11,9% para 120.591 carros.

Notícias Relacionadas