Palmeiras faz jogo perfeito e estreia com goleada para cima do Atlético-PR

Os gols foram marcados por Roger Guedes, Gabriel Jesus, duas vezes, e Thiago Martins (Foto: Palmeiras/Divulgação)
Os gols foram marcados por Roger Guedes, Gabriel Jesus, duas vezes, e Thiago Martins (Foto: Palmeiras/Divulgação)

No embalo do técnico Cuca, o Palmeiras deu mostras que pode sim brigar pelo título do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste sábado, em sua estreia na competição, o clube paulista derrotou o Atlético Paranaense pelo placar de 4 a 0, em partida realizada no Allianz Parque. Os gols foram marcados por Roger Guedes, Gabriel Jesus, duas vezes, e Thiago Martins.

Com o resultado, o Palmeiras começa com três pontos na liderança do torneio, ao lado do Flamengo, que bateu o Sport. O Atlético, por sua vez, inicia sua caminhada com derrota, a primeira desde que conquistou o título do Campeonato Paranaense.

A torcida do Palmeiras se uniu ao técnico Cuca e fez uma espécie de mosaico para mostrar que estão juntos em busca do título. Mas, apesar de toda empolgação, foi o Atlético que começou em cima e criou a primeira chance clara, com Thiago Heleno. O defensor aproveitou o cruzamento de Ewandro e chutou para fora. A resposta veio em cima do próprio zagueiro, que perdeu a dividida com Roger Guedes, após cruzamento de Gabriel Jesus, e viu a equipe da casa abrir o marcador. O primeiro do ex-atacante do Criciúma.

O tempo parado, após a eliminação no Campeonato Paulista, parece ter feito bem ao Palmeiras. A equipe acostumada em dar chutões, optou mais pelo posse de bola, fazendo com que Tchê Tchê se sentisse em casa. O meia ainda achou Roger Guedes livre pela direita e tocou. O atacante chutou cruzado, a bola atravessou a área, mas ficou nas mãos de Weverton.

Com mais posse de bola, o Palmeiras controlava o jogo, porém, dava o contra-ataque ao adversário. O Atlético apostou na jogada de velocidade, mas não conseguiu passar pela forte marcação do time paulista.

O Palmeiras fez um segundo tempo ainda melhor e precisou de apenas 22 do segundos para ampliar o placar. Cleiton Xavier recebeu pela direita e cruzou na medida para Gabriel Jesus, que só teve o trabalho de colocar para o fundo das redes. Aos sete, o camisa 10 da equipe paulista provou que enfim está bem fisicamente e com a pontaria em dia. O meia cobrou escanteio na cabeça de Thiago Martins, que desviou para fazer o terceiro.

A situação piorou para o Atlético logo aos 14 minutos. Léo derrubou Gabriel Jesus na entrada da área e recebeu o segundo amarelo e consequentemente o vermelho. Com um homem a mais, o Palmeiras tirou o pé no acelerado, tanto que Cuca optou por tirar Cleiton Xavier e dar uma chance para Moisés, recuperado de lesão.

Apesar do ritmo mais lento, o Palmeiras mostrava resultados do treinamento ao longo do mês, como jogadas ensaiadas em cobrança de bola parada e uma troca de passes mais preciso, lembrando em alguns momentos o que fez o Audax no Paulistão. E foi exatamente assim que saiu o quarto gol. Após boa triangulação, Gabriel Jesus recebeu na cara do gol. O atacante dominou, escolheu o canto e deu números finais ao jogo.

Notícias Relacionadas