Integração metrô – linhas metropolitanas será ampliada a partir do Retiro

Desde janeiro deste ano, funcionando como Terminal de Integração entre o metrô e linhas de ônibus metropolitanos, a Estação Retiro passará a atender, até o final de maio, cinco novas linhas de ônibus que trafegam pela BR-324 com destino à Lapa. Inicialmente, a ampliação da integração seria via Estação Pirajá. Mas, em decorrência do adiamento da abertura da estação, a operação já está sendo transferida para o Retiro.

 todos os ônibus oriundos da BR-324, que tinham a Estação da Lapa como destino final, estarão integrados ao metrô no Retiro (Foto: Ascom / SEDUR)
todos os ônibus oriundos da BR-324, que tinham a Estação da Lapa como destino final, estarão integrados ao metrô no Retiro (Foto: Ascom / SEDUR)

“A decisão de abertura de Pirajá cabe à Prefeitura. Como já está definida a ampliação da integração do metrô com os ônibus metropolitanos, e pensando no bem estar dos usuários, decidimos transferir a operação para o Retiro e, assim, evitar adiamentos”, afirma a superintendente de Mobilidade da Sedur, Grace Gomes.

Com isso, todos os ônibus oriundos da BR-324, que tinham a Estação da Lapa como destino final, estarão integrados ao metrô no Retiro. Além de proporcionar uma viagem mais cômoda e rápida aos usuários, a integração tira de circulação um número significativo de ônibus em parte da cidade, melhorando a fluidez no trânsito.

A integração é válida por um período de duas horas. “Os moradores da região metropolitana terão acesso a um transporte mais moderno e confortável, sem qualquer custo extra”, enfatiza Grace Gomes.Também no final deste mês, a integração do metrô com as linhas metropolitanas ganha o aporte da interoperabilidade dos cartões. Ou seja, o metropasse dará acesso ao metrô sem qualquer custo extra. Da mesma forma, o cartão do metrô também será aceito nos ônibus metropolitanos.

Operação plena

A partir deste domingo (15), o metrô passa a funcionar diariamente, das 5h à meia-noite. A capacidade de atendimento também será ampliada, com a estreia de cinco novos trens, totalizando nove em operação. Com isso, o tempo de espera nas plataformas será reduzido dos atuais nove para seis minutos.

“O usuário sabe, exatamente, em quanto tempo virá o outro trem, assim como em quantos minutos o trem chegará ao seu destino final, porque o metrô flui independente do trânsito e outras interferências que acontecem, no dia a dia, nas vias”, explica o presidente da Companhia de Transportes da Bahia (CTB), Eduardo Copello.

Notícias Relacionadas