Bembé do Mercado leva candomblé às ruas de Santo Amaro

De quarta (11) até sábado (14), o Largo do Mercado recebe apresentações de manifestações culturais
De quarta (11) até sábado (14), o Largo do Mercado, em Santo Amaro, recebe apresentações de manifestações culturais. (Foto: Rita Barreto/Divulgação)

Tradição no Recôncavo Baiano, o município de Santo Amaro, localizado a cerca de 80 quilômetros de Salvador, realiza a 127ª edição da festa do Bembé do Mercado. O evento que, este ano, tem como tema Orum Ayê, a força dos Orixás, começa nesta quarta-feira (11) e segue até domingo (15), no Largo do Mercado. De acordo com a prefeitura local, cerca de 30 mil moradores e visitantes devem participar das celebrações.

O Bembé comemora a libertação, em 1888, dos negros escravizados. Conta com celebrações do candomblé em plena rua e reafirma a cultura de origem africana, muito forte na Bahia, especialmente no Recôncavo. A manifestação popular tem o título de patrimônio imaterial da Bahia, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac).

De quarta (11) até sábado (14), o Largo do Mercado recebe apresentações de manifestações culturais, das 19h às 21h. Também, nesses dias, a partir das 21h30, são realizadas celebrações típicas das religiões de matriz africana, que atraem adeptos de outras cidades baianas e visitantes interessados em participar do único candomblé de rua do mundo. Apenas na sexta-feira (13), os rituais cedem o horário das 21h30 para apresentações de grupos de samba de roda.

Já no domingo (15), às 9h, o povo de santo sai do Largo do Mercado em direção à praia de Itapema, também em Santo Amaro, para fazer a entrega do presente à Iemanjá (balaio com agrados para a orixá, como flores e perfumes, dentre outros artigos). No retorno, por volta das 14h, a programação é encerrada com um almoço, no mesmo largo.

Notícias Relacionadas